ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 

Por que a Apple comprou a PA Semi

Empresa de Steve Jobs não está — a princípio — interessada em produzir chips nem em concorrer com a parceira Intel.

“Logo antes de anunciar seus desafiador recorde de resultados do segundo trimestre fiscal de 2008, a Apple revelou planos de comprar a PA Semi, empresa projetista de chips especializada em processadores baseados na arquitetura Power da IBM. A notícia motivou uma maré de confusão dentre os observadores: por que a Apple está querendo entrar no negócio de semicondutores após fazer parceria com a Intel em seus sistemas Mac e por que se alinhou com os licenciados da ARM para sua plataforma WiFi móvel do iPhone, principalmente após abandonar o PowerPC em 2006?”, pondera Daniel Eran Dilger em artigo publicado no RoughlyDrafted.

Segundo ele, ao querer incorporar a PA Semi — abreviação de Palo Alto Semiconductor — a Apple não tem a intenção de se tornar produtora de chips, já que a PA Semi apenas projeta chips para serem fabricados por outras empresas. “A PA Semi licenciou a tecnologia da arquitetura Power da IBM para projetar sua série PWRficient de processadores de 64 bits adequados para uso em aplicações que vão de computadores desktop a controladoras de armazenamento em servidores”.

Dilger observa que, segundo o site EETimes, apenas dois dias antes do anúncio de sua aquisição pela Apple a PA Semi comunicou seus clientes de que estava sendo comprada e, por isso, não poderia mais garantir o fornecimento de seus chips. Sem identificar sua nova proprietária, a PA Semi disse-lhes que estava disposta a suprir a clientela em caráter permanente se conseguisse transferir a licença da tecnologia empregada.

“A reportagem [do EETimes] então reiterou que ‘os clientes da PA Semi foram informados de que seu comprador não estava interessado nos produtos da empresa, mas em sua propriedade intelectual e talento de engenharia'”, relata Dilger.

Muito mais detalhes no artigo completo de Dilger.

No momento da finalização deste artigo nosso iTunes tocava:
Fernanda Abreu, Kamikazes do Amor
Bookmark and Share

5 opiniões sobre “Por que a Apple comprou a PA Semi”

  1. Agora, a pergunta que não quer calar: o que a Apple pretende fazer com a propriedade intelectual e o talento de engenharia da PA Semi? Façam suas apostas, senhores.

  2. Mais dinheiro!!! Com essa empresa em posse da Apple, os trabalhos normais dela continuam, mas os lucros agora vão pra maçã!!!

  3. Será que a manutenção dos softwares na plataforma Universal para os próximos anos reforce a tese de uma possível volta aos processadores Power PC?

  4. Uma boa razao seria o sigilo e a propriedade em relacao ao desenvolvimento e fornecimento de novos perifericos para sua linha de portateis, ja’ que a Apple encontra-se mais exposta sobre a mira de todos no mercado (concorrentes, fornecedores, especuladores da midia, etc) depois do lancamento explosivo do iPhone. O que justifica um faturamento no primeiro quartio desde ano 34% maior que 2007 em meio a uma crise nos USA?
    Resposta: Seu diferencial de inovacao e criacao de tendencia. Steve Jobs nao pode correr o risco de entregar suas ideias durante a concepcao e desenvolvimento de uma nova sacada de hardware de mao beijada para um fornecedor de chips, msmo com um Non Disclosure Agreement assinado. Existe tambem o fato da Apple ter adquirido nos ultimos anos maior experiencia no arquitetura e roadmap dos chips da Intel, o que pode ser aplicado na PA Semi.

Os comentários estão encerrados.