ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Empresa diz ter conseguido aumentar eficiência de técnica que “pode levar a indústria de eletrônicos de consumo um passo mais próximo de um mundo sem fios”.

 

“A Intel tem feito progressos em uma tecnologia que pode levar ao recarregamento sem fio de aparelhos e o fim do espaguete de fios de energia por trás de aparelhos eletrônicos”, relata John Markoff em artigo publicado no site do jornal The New York Times.

Segundo ele, a empresa diz ter conseguido aumentar a eficiência de uma técnica para prover de energia elétrica aparelhos de mão e computadores, desenvolvimento esse que pode permitir ao usuário simplesmente repousar o aparelho sobre uma superfície especial para carregá-lo, como quando se coloca o aparelho sobre uma mesa. “Isso pode levar a indústria de eletrônicos de consumo um passo mais próximo de um mundo sem fios”.

Markoff conta que a empresa pretendia demonstrar nesta quinta-feira (21) o uso de um campo magnético para transmitir até 60 W de energia a uma distância de 60 a 90 cm com perda de apenas 25% dessa força durante a transmissão.

“A equipe da Intel descreve seu sistema como ‘link de energia ressonante sem fio’ e está experimentando antenas de menos de 60 cm de diâmetro para fazer acender uma lâmpada incandescente de 60 W”, diz Markoff. “Os pesquisadores da Intel disseram estar pensando em projetar um sistema capaz de recarregar um laptop sem fios”.

Mais detalhes no artigo completo de Markoff.

Tags:
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

8 comentários para “Intel progride em pesquisa de carregamento sem fio de baterias”
  1. Ipso Facto disse:

    Curiosidade: se o aparelho poderá ser energizado simplesmente sendo depositado sobre uma superfície energizante ou com uma antena parabólica transmissora de energia, como essa superfície ou essa antena será energizada? Será que não estamos simplesmente vendo o problema sendo transferido de lugar?

  2. Knux disse:

    o negócio é não usar fios…. não poupar energia… esse método tem 70% de eficiênci

    e também não é novo, foi patentando por Tesla em 1900.

  3. jorge disse:

    É como os roteadores sem fio, como o airport, a bagunça toda fica debaixo da mesa. Mais bonito, mais comodidade mas tudo tem seu preço, mais consumo de energia.

  4. MacUser disse:

    Esse “apenas 25%” de perda desanima e lembra bem “bonitinha, mas ordinária. Pessoalmente refiro a bagunça dos fios que desperdiçar energia e o meu suado dinheiro.

  5. Digs disse:

    Cara… 25% é bem razoável pra um primeiro lançamento. Se fosse 100% o que eles iriam pesquisar dali pra frente? Como iriam arrancar o nosso suado dinheiro com atualizações de melhoria de energia? Se eles já divulgaram 75% de aprovietamento, devem ter uns 90% de aproveitamento escondido na gaveta… mas isso vai levar um tempo pra aparecer.

  6. MacUser disse:

    Razoável nada! 1/4 de perda para mim é muiiita coisa e devemos ver a conseqüência disso no mundo de hoje em que 1% já é desperdício e não me refiro somente ao meu bolso.

  7. Paulo disse:

    Cara…Postei aqui pois não tinha outro lugar..
    Se alguem tiver outra inf. favor mandar..

    site.http://uoltecnologia.blog.uol.com.br/arch2008-08-17_2008-08-23.html

    Argentina ganha no futebol e recebe o iPhone na mesma semana. Veja os preços
    É. O iPhone 3G ainda não chegou no Brasil (ou chegou? Se você encontrar algum, fale para gente!!!) mas na Argentina é possível comprá-lo a partir de hoje.

    Acho que se converter p/ reais de ficar entre 700,00 e 900,00

  8. Lucas (luke) disse:

    Off-topic, comenta isso nos fóruns.

    Agora… Eu acredito que isso seja um grandíssimo passo para o uso em massa dessa tecnologia.

  9.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.