ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Criticada, peça pretende apenas “envolver o consumidor e começar uma nova conversa sobre o Windows que vai evoluir com o avanço da campanha, sempre marcada pelo humor”, diz empresa.

 

Já estão se multiplicando no YouTube cópias da primeira peça publicitária da nova campanha de marketing da Microsoft visando rejuvenecer a imagem da empresa e de seu principal produto, o sistema operacional Windows Vista.

Estrelado pelo presidente da empresa, Bill Gates, e pelo comediante Jerry Seinfeld, o argumento do comercial que estreou nesta quinta-feira (4) na TV americana não aborda o assunto tecnologia de modo declarado. Quase o tempo todo, os dois personagens do filme falam apenas sobre sapatos.

Só no final é que se faz menção à tecnologia, quando Seinfeld pede a Gates que dê um sinal sobre quando existirão computadores mais “mastigáveis”, como um bolo. Gates responde ao pedido dando uma reboladinha.

Comentários pipocando em todas as partes da Internet são quase unânimes em criticar a peça, dizendo não fazer sentido. No entanto, e-mail interno da Microsoft divulgado pelo site TechCrunch diz que essa primeira fase pretende apenas “envolver o consumidor e começar uma nova conversa sobre o Windows que vai evoluir com o avanço da campanha, sempre marcada pelo humor”.

O vídeo é parte da nova campanha de marketing da Microsoft, orçada em cerca de US$ 300 milhões, que se supõe querer dar resposta à premiada campanha Get a Mac, da Apple.

Artigos relacionados:

 

Tags:, , , , ,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

22 comentários para “Veja o primeiro vídeo ‘anti-Get a Mac’ da Microsoft”
  1. Ipso Facto disse:

    “Sempre marcada pelo humor”? Por que será que não estou rindo? A Microsoft tem MUITO o que aprender sobre fazer marketing com humor. Quem sabe possa aprender um pouco com a Apple.

  2. Knux disse:

    tá, tá bom… o gates veste os mesmos sapatos que você… e o windows?

    não fala nada do windows até o final, que tem uma transição meio formada.

    essa propaganda é para redimir a imagem do windows vista ou do bill gates?

    a despeito de eu não ter inglês como língua nativa, eu sou fluente… mesmo assim, algumas piadas eu posso demorar para entender e tal… mas vendo em fóruns por aí, os gringos também estão com a mesma dúvida: no que esse comercial melhora a imagem do windows?! no máximo estou com vontade de comprar sapatos ou o-que-quer-que-seja-que-o-seinfield-come.

  3. Tiago Cheregati disse:

    Envolver o consumidor, iniciar uma conversa… Ou seja: Até mesmo na publicidade, a Microsoft é beeeem mais complicada que a Apple.
    Eu, hein…

  4. Lucas (luke) disse:

    Se o objetivo era fazer rir, deu certo: Me matei de rir desse comercial. Não por causa do humor por ele intencionado, mas por como isso é ridículo. A Microsoft sabe melhor como qualquer outra empresa como jogar milhões no lixo: Xbox, Vista, Zune, e agora: isso.

  5. Lucas (luke) disse:

    Ya, em 30 segundos qualquer vídeo Get A Mac informa mais o consumidor sobre o produto do que em um comercial de 90 segundos da M$

  6. F3L1P40 disse:

    Tenho algumas reflexões pessoais que gostaria de compartilhar aqui:

    Primeiro que a campanha da Apple “Get a Mac” realmente é vencedora, limpa, simples, inteligente, engraçada, contínua e que sabe vender bem o peixe da Apple, estimulando também o espectador a rever seus conceitos e deixar de lado a noção que o biotipo ideal de competência do usuário de computador é o Nerd engravatado com ares de arrogância, prepotênica e superioridade. “Throne” e “Better Results” são os meus favoritos.

    Segundo que Steve Jobs, no último evento de lançamento do novo iPhone 3G, fez questão de passar duas vezes o primeiro comercial onde o movimento o celular ao sair da caixa lembrava aquele tradicional gesto que fazemos com o dedo quando queremos mandar nosso inimigo passear. No caso serviu para a Samsung, que anunciou o Omnia horas antes mas que não esperava que um upgrade do iPhone anterior sairia pela metade do preço…

    Voltando ao comercial da Microsoft, acredito que teremos também surpresas, já que Bill Gates fez questão de ser o protagonista para dar pessoalmente o recado, sinal de segurança (ou desespero…), caso contrário colocaria em seu lugar o boi-de-piranha Steve Ballmer.

    Está claro que este teaser não tem nada de engraçado porém mostra muitos recados subliminares como por exemplo “Shoe Circus! Quality Shoes at Discount Prices, Why Pay More?”, “Seinfeld oferece um churros e Gates não aceita”, “A numeração do sapato de Gates é 10”, “Gates compra sapatos na Shoe Circus deste criança”, “Gates é observado de fora da loja por pessoas que também seguram churros”, “Que o cartão de fidelidade da Shoe Circus dá à Gates Big Top Points”, “Gates sai da loja também com um churros na mão”, “A rebolada de costas tipo kiss my …”, “No final, coincidência ou não, Samsung official HDTV of the NFL” mostrando também uma arrogância velada, já que Seinfeld faz o papel de bobo da corte dentro que uma loja de sapatos que se chama Circo, sendo uma representação simbólica do mercado de tecnologia. Uma coisa é certa disto tudo, gerou para mim grande expectativa e espero que o desenrolar da campanha ligue todos estes pontos caso contrário vai enterrar de vez o império.

  7. F3L1P40 disse:

    Peço que alguém me fale que eu estou delirando. Seria a Samsung a peça que faltava de hardware para a Microsoft? Seria possível uma parceria entre uma empresa americana com uma coreana? Estaria a Microsoft planejando trazer definitivamente o desktop da mesa do escritório para a sala de estar, utilizando a tecnologia e hardware de HDTV da Samsung? Vai rolar uma parceria com OS Windows para TVs?
    Porque a Samsung vendeu sua parte de ações do software Symbian para a sua rival em celulares Nokia? Estaria esta coberta com outro OS para celulares? Será a MS este fornecedor?

  8. Lucas (luke) disse:

    O problema é que a maior parte das pessoas não vão se dar ao trabalho de assistir tudo e ligar todas as mensagens juntas. E mesmo as que o fizerem, no final vão acabar encontrando montes de besteiras. “Então fidelidade à M$ recompensa às pessoas? Bulls#it!”
    Pelo menos o Get a Mac vai direto ao ponto, apresentando FATOS ao invés de promessas M$ e com humor que não involva reboladas gays do billizinho.

  9. F3L1P40 disse:

    Concordo plenamente contigo, Lucas. A campanha “Get a Mac” é simples, de fácil compreensão, transparente e direta. Como aquela percepção popular onde os cachorros parecem com seus donos, poderíamos dizer também que as campanhas publicitárias das empresas são reflexos de seus produtos ou vice-versa. Outra empresa que tenta seguir a filosofia da Apple pelo menos em relação à publicidade é a Philips com a campanha “Sense and Simplicity” muito coerente nos tempos atuais onde a grande diversidade de produtos torna-se um problema para o consumidor na hora de escolher aquele mais adequado para sua necessidade (Paradoxo da Escolha).

  10. Rafael C. S. (São Marcos) disse:

    Vejam que a Microsoft está tentando copiar até mesmo os Mac Genius:

    http://info.abril.com.br/aberto/infonews/092008/05092008-20.shl

    Fala sério, Microsoft! Será que essa copia vira com defeitos como a cópia da campanha Get a Mac (vista acima, e até mal copiada, diga-se de passagem)?! Espero que este Microsoft-Gurus não fiquem rebolando como o Bill dentro das lojas… Isso sim enteraria a Microshit de vez! Veremos no que dá… 😀

  11. Rafael C. S. (São Marcos) disse:

    Eu prefiro este o final para a campanha Get-the-Windows:

    http://www.youtube.com/watch?v=fSQMg3gc1r4

    Lembra mais o Windows do que o comercial anterior… 😀

  12. Fabricio disse:

    Durmi na metade…

  13. Gabriel disse:

    Sinceramente, GET A MAC é poublicidade. Este primeiro filme da MS não é publicidade. Todos vocês mesmos disseram que a facilidade de inteligibilidade da Get a Mac dá de 10 a 0 neste único filme da MS. Isso é publicidade: fazer o povão entender em 30 segundos. Pra começar, publicidade verdadeira vende o que quer que seja em 30 segundos, e ponto final. Segundo, se estas tentativas da MS de criar uma “espectativa” em volta de algums “sinais” ou digamos “mensagens subliminares” como os sinais que Felipão distinguiu (e muito bem, parabéns cara), ela já começou errada, porque segundo a grande maioria de pensadores, não existem mensagens subliminares! Ou o seu cérebro entende à primeira ou não entende. Quem não entendeu esta publicidade, (incluindo os próprios conterrâneos da MS) é porque não entendeu mesmo! Se ela não disse nada a mais a contribuir à marca, é porque não contribuir no futuro. Ou vc entende, ou não. É Preto no Branco, e em 30 ou 90 segundos esse preto no branco tem que ocorrer na publidade senão tudo não passa de simplesmente dinherio desperdiçado em espaço televisivo (muitas vezes super valorizado)

  14. Anger Garu! disse:

    Eu quero aquele Computador-Bolo que eles falam no final 😀

  15. Jorge Alberto disse:

    Como peça de comédia, eu prefiro o humor europeu (mais elaborado) do que o besteirol americano à la Jerry Lewis e Jimmy Carrey…

  16. Jorge Alberto disse:

    E, antes que digam… eu sei que o Jimmy Carrey é Canadense, mas faz sucesso nos EUA.

  17. Knux disse:

    isso me lembra novamente daquele episódio dos simpsons em que o homer que fazer um comercial do serviço dele de tirar neve da rua…

    não falava nada e por fim nem deixava um telefone para contato

    duh!

  18. F3L1P40 disse:

    Certamente Gabriel, está claro que a campanha da MS já começou confusa e confesso que adotei uma postura aberta tipo “Make me Believe” nas diversas vezes que assisti o comercial, com direito a pausa e tudo… Sem sentido, a não ser que a MS for lançar um computador-bolo, bem colocado pelo Anger Garu! 🙂

  19. F3L1P40 disse:

    … e espero que não trave o intestino de quem for comê-lo.

  20. Jorge Alberto disse:

    Como seria a tela azul da morte em um computador-bolo?!? A pessoa ficaria, então, com a língua azulada igual a um Chow-Chow?!? Putz!!!

  21.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.