ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Primeira das peças é aberta com uma imitação do personagem “PC” da campanha Get a Mac. Empresa quer passar a mensagem de que não há problema em ser usuário de PC.

 

A Microsoft iniciou nesta quinta-feira (18) a fase seguinte de sua campanha de marketing orçada em US$ 300 milhões com a qual espera revitalizar a combalida imagem de seu sistema operacional Windows Vista e, por tabela, a sua própria.

Na primeira das três novas peças publicitárias, Sean Siller, gerente-sênior de programação para redes do Windows Core Operating System Division da Microsoft, apresenta-se dizendo: “Sou um PC e fui transformado em um estereótipo” — numa clara alusão ao personagem “PC” da premiada campanha Get a Mac, da Apple. O filme então segue com uma montagem de várias pessoas diferentes, desempenhando atividades diversas, todas alegando ser um PC. Ao final, é mostrado o logo do Windows com a frase “Windows. Vida Sem Muros”.

Nas outras duas peças, pessoas também se apresentam como computadores pessoais desempenhando as mais variadas atividades.

Artigos relacionados:

 

Tags:, , ,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

12 comentários para “Veja os primeiros comerciais ‘Sou um PC’ da campanha anti-‘Get a Mac’ da Microsoft”
  1. Ipso Facto disse:

    Os comerciais começam com uma imitação pobre do ator John Hodgman, que interpreta o PC na campanha Get a Mac. Essa imitação é bem apropriada para uma empresa cujo principal produto, o Windows, e seu atual grande fracasso, o Zune, são imitações pobres de produtos Apple.

    O Hodgman falso da Microsoft diz: “Olá, sou um PC e fui transformado em um estereótipo”. A Microsoft parece incapaz de perceber que está reforçando esse estereótipo usando uma imitação de Hodgman para abrir seus comerciais. Impressionante como a Microsoft é totalmente sem noção!

    A sequência da peça, com a montagem das pessoas dizendo “Sou um PC”, mostra que a Microsoft também parece incapaz de perceber que deveria estar promovendo o Windows, e não PCs. A Microsoft nem produz PCs. HP, Dell, Sony, Toshiba, etc., produzem PCs, a Microsoft não. A HP, aliás, tem andado ocupada tentando disfarçar o Vista enquanto explora a possibilidade de criar seu próprio SO baseado em Linux.

    No fim, a peça exibe a frase hipócrita “Windows. Vida Sem Muros”. Hipócrita porque todo o negócio da Microsoft baseia-se em tornar as pessoas reféns do Windows ao ponto de acreditarem que não há esperança de fuga. Usuário de Windows: a fuga existe e é mais fácil do que você imagina.

    Considerando que as peças foram produzidas pela Crispin Porter+Bogusky, que funciona predominantemente em Mac, o Hodgman falso poderia ter dito: “Sou um PC, mas usei um Mac para fazer estes comerciais infrutíferos”. (“Infrutíferos”, sacou?) 😉

    Ai ai…

    Se o objetivo da Microsoft foi dizer às pessoas que não há problema em ser um conformado usuário de PC, então essas peças até que podem ser digeríveis. Digo “podem ser” porque a mensagem subliminar passada pela Microsoft com um Hodgman falso logo na abertura do comercial é a de que a empresa pode copiar a Apple e, ainda assim, corre o risco de ver o telespectador dizendo “Ei, se a Microsoft está tão empenhada em responder à campanha da Apple, então talvez eu deva dar uma passadinha na Apple Store mais próxima para ver o que há por trás de todo esse barulho antes que eu compre meu próximo PC”, ou talvez “Por que eles não mencionam o Windows Vista, sobre o qual continuo ouvindo más notícias?”.

    Com a mensagem confusa e conformista de que “está tudo bem em ser um PC”, cujo verdadeiro objetivo é manter as ovelhas no redil da Microsoft, a empresa corre o risco real de acabar atraindo ainda mais gente para o Mac. Até agora, os US$ 300 milhões da campanha da Microsoft só têm conseguido mostrar partes desconexas que não se encaixam. Nada do que se tem visto resultou em aumento das vendas do Windows Vista, mas muito provavelmente ajudou a Apple a vender ainda mais Macs.

  2. Knux disse:

    cara, achei ousada a campanha… mas tem um “que” de mágoa… acho que o erro da ms é achar que as pessoas estão magoadas com qualquer outra coisa que não seja o windows.

  3. Cesar disse:

    Na verdade a Microsoft não copiou de ninguém, pois esse cara que aparece no comercial da Microsoft é o engenheiro da computação de lá.

  4. Viotti disse:

    Os dois primeiros comerciais com Jerry Seinfield foram completamente sem nexo, entretanto no final do segundo comercial a frase “Perpetualy Connecting” (Conectando Perpetuamente; literal) me chamou muito a atenção e me mostrou que alguém em Redmont tem capacidade de criar algo interessante. Por mais que eu concorde com a opinião do Ipso Facto sobre os produtos da Microsoft, ou que a mesma não produz nenhum PC, discordo que esse campanha será invalida como um todo. Somente entendido em tecnologia sabem esses informações, ou tem conhecimento que alguem tem essa opinião.

    Eu vejo essa campanha acertando em cheio a maior vantagem da Microsoft, marketshare! Não importa se o computado e HP, Dell ou Sony todos vem com o Windows, e isso acontece em escala global. Por mais pífia que tenha sido a tentativa de anular as campanha “I’m a Mac”, dizendo ter sido tornado um estereotipo, alguém percebeu que esse não era o caminho, e na terceira peça colocou “Oi. Eu sou um PC, e não estou sozinho”. A colocação foi simplesmente genial e aliada com essa nova campanha como um todo passa a mensagem que, se você é um PC haverão outros como você em todo o mundo! E gravem o que digo essa campanha vai dar problemas a Apple!

  5. bernard disse:

    É…. quem está verdadeiramente na vantagem não deveria precisar se importar para o que um concorrente (bem) minoritário diz. Essa campanha deveria focar em tudo que a Microsoft FAZ por você, de como ela está em todos os níveis da sua vida, de como o Windows é legal, de como ele lhe oferece opções… ao fazer um “comercial resposta” a Microsoft acabou de declarar que o consumidor DEVE SIM prestar atenção ao que a Apple está falando, pois eles estão!!!!!!

    A Micrososft realmente tem passado uma imagem de “desespero” nessa história toda desses supostos “comercias que levantarão a imagem da empresa”, gastando milhões, contratando comediantes a um preço exorbitante… e, não sei, não sei… me parece que dando com os burros n’agua. Fica parecendo que a Apple é lider de mercado e a Microsoft uma empresinha decadente está desesperada buscando meios de ficar nele!

    Como disse… uma campanha completamente equivocada!

  6. Paulo disse:

    O que manda é a visão Global..por mais que gostem ou não..
    Pensou em refrigerante pensou em CocaCola
    Pensou em micro pensou em Windows
    A Coca Cola já respondeu sem necessidade também varias propagandas do Guaraná..
    No momento é isso que acontece e somos meros espectadores assistindo uma luta de gigantes..

  7. bernard disse:

    Viotti disse:”E gravem o que digo essa campanha vai dar problemas a Apple!”… rapaz… eu não sei. Pela postura que a Apple costuma ter em relação aos seus comercias e como empresa não creio que eles vão dar uma resposta ao direta ao comercial em si… eles provavelmente vão esperar a próxima furada empresarial da Microsoft para atacar. Basta demonstrar que o problema do Windows é porque ele … bem, é o Windows! 😉

    O produto é falho, mal desenvolvido e vem dando MUITA aporrinhaçaõ pra muita gente. A Microsoft deveria ter efetivamente se preocupado mais em melhorar a experiência do usuário com seu porduto que fazer pressão mercadológica e campanhas milhonárias.

  8. Anger Garu! disse:

    Esses comerciais da microsoft me lembram muito a campanha presidencial Brasileira de 2002 “tenham medo, tenham muito medo…”
    A mensagem que me parece que eles estão passando é “Vc sempre usou windows, todos os seus amigos usam windows, a empresa que vc trabalha usa windows, porque você quer mudar isso agora?”. Uma coisa bem de americana do tipo “quem é diferente é esquisito”.
    A campanha é bem feita, apela muito para o emocional, tipo comercial de carro ou de cigarro, mas acho que a mensagem depõe mais contra doque à favor.

  9. Lucas (luke) disse:

    Não, a campanha é um lixo.

    A Microsoft está evitando mencionar o próprio sistema operacional e usando apenas o termo genérico “PC”. Talvez ela não saiba, mas Macintoshes são Computadores Pessoais. Algúem já assistiu “Touché”?

    Anger Garu! disse:
    “A mensagem que me parece que eles estão passando é ‘Vc sempre usou windows, todos os seus amigos usam windows, a empresa que vc trabalha usa windows, porque você quer mudar isso agora?’. Uma coisa bem de americana do tipo ‘quem é diferente é esquisito’.
    A campanha é bem feita, apela muito para o emocional, tipo comercial de carro ou de cigarro, mas acho que a mensagem depõe mais contra doque à favor.”

    “Think Different”, talvez?
    Vc sempre usou windows, todos os seus amigos usam windows, a empresa que vc trabalha usa windows, e todos chegamos a conclusão que o windows é um problema. A market share é algo irrelevante, já que a Apple está com um crescimento espantoso no setor computacional. Espero logo que a Apple lance um Get a Mac mostrando montes de PCs (só que interpretados por pessoas normais) atrás do PC, e um a um durante a campanha eles vão indo pro lado do Mac… hehe.

    Mas será que ela já não mecionou marketshare?
    “E gravem o que digo essa campanha vai dar problemas a Apple!”
    Não vai não. Pense bem. Quem, depois de anos sofrendo com o Windows finalmente muda para o Mac, esse maravilhoso mundo novo, não vai se deixar levar por uma campanha de marketing da odiada M$ dizendo o óbvio: “Nós somos a maioria!” A M$ está tentando é evitar a migração em massa, mas a falta de argumentos que prestem, como essa história da Market Share (fala sério, agora porque todo mundo sempre usou winshit vc não deveria experimentar algo diferente? WTF?) vai transformar isso em 300 milhões de dólares jogados no fogo!(A M$ têm tido o hábito de fazer isso: Vista, Zune, agora isso?)

  10. F3L1P40 disse:

    Cada um utiliza as armas que possui…

    Esta campanha apenas confirma o óbvio: A série de comerciais “Get a Mac”, além de divertida e direta, não atingiu somente o Windows, mas também o ego inflado da Microsoft. A estratégia da MS é clara: Transferir o ataque da Apple para o ego dos usuários de PCs na tentativa de criar uma subliminar aversão contra a marca, já que ainda não é possível contra-atacar com evidências no quesito performance, confiabilidade e facilidade de uso do sistema operacional Windows.

  11. Caon disse:

    Ué ??? Essa propaganda é de que ???
    Se no final, colocar o logo do Mc Donald’s, da GM, da Coca Cola, dá tudo no mesmo…
    Se fosse feita por um publicitário brasileiro, tenho certeza que a criatividade seria outra !

  12. Diggs disse:

    Até que eu gostei. Esperava algo pior…
    Quero ver a guerra da propaganda esquentar.

  13.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.