ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

MacBooks têm peso cada vez maior na geração de receita para a empresa, roubando espaço nesse bolo que antes pertencia ao iPod.

 

“Steve Jobs gosta de falar do modelo de negócio da Apple como uma banqueta apoiada em três pernas: o Mac, o iPod e o iPhone. Mas a perna do iPhone ainda é muito curta, graças em parte à receita gerada por ele. E, embora as vendas do iPod ainda cresçam, sua participação no negócio da empresa tem encolhido nos últimos tempos”, observa Philip Elmer-DeWitt em artigo publicado no blog da revista Fortune.

Eis porque o anúncio do lançamento de novos portáteis da linha MacBook programado para esta terça-feira (14) é tão importante para a Apple, comenta Elmer-DeWitt. “Os laptops da Apple têm sido sua principal fonte de receita já há algum tempo e, se a Apple jogar as cartas direito, provavelmente permanecerão sendo no futuro”.

O iPod já foi o maior gerador de receita para a empresa, diz ele. “Nos últimos dois anos a fatia do iPod no bolo encolheu de 42% para 29%, enquanto a do Mac (tanto desktops quanto laptops) cresceu de 40% para 47%. O iPhone não existia em 2006 e sua contribuição para a receita da Apple provavelmente permanecerá relativamente pequena em 2008”.

Do total de vendas de computadores Macintosh, os portáteis respondem por uma parcela de 55% em 2006 para estimados 61% em 2008, diz Elmer-DeWitt. “De tudo isso, a parcela da receita total gerada pelo MacBook cresceu de 22% (55% dos 40%) em 2006 para algo próximo de 29% em 2008”.

“A Apple pode até ter apenas 8,4% do mercado doméstico de computadores [nos EUA], mas vende quase um em cada três máquinas de alto perfil. O que aconteceria se, como tem sido amplamente rumorejado, a Apple aparecer nesta terça-feira com um MacBook de menos de US$ 900? Ou, como dizem alguns, menos de US$ 800? Apenas coisas boas”, opina ele.

Mais detalhes, ilustrados com belos gráficos, no artigo completo de Elmer-DeWitt.

Tags:, , ,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

Comentários não são permitidos.

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.