ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Empresa desculpa-se pelos problemas do Vista e admite que marketing da Apple influenciou decisões no desenvolvimento do Windows 7.

 

“A Microsoft apresentou nesta terça-feira o que é dito ser uma versão mais enxuta e ágil de seu sistema operacional Windows, ao mesmo tempo em que, sem cerimônia, removeu o nome Vista de seu novo produto”, destaca John Markoff em artigo publicado no site do jornal The New York Times.

Markoff explica que o sucessor do Vista se chamará Windows 7 porque é o sétimo de uma longa linha de sistemas operacionais para PCs desenvolvida pela empresa desde os anos 80. Ele destaca também que a Microsoft não informou quando pretende lançar o Windows 7 ao público.

“Após quase dois anos, o Windows Vista ainda tem sido recebido de forma nada entusiasmada pelo consumidor e enfrenta uma cruel barreira de marketing criada pela Apple”, diz Markoff.

Ele observa que o problema ficou mais evidente na semana passada, quando a Microsoft relatou os resultados financeiros de seu último trimestre fiscal. “Sua unidade Windows reportou crescimento de apenas 2% em receita, contra 4% de queda no lucro operacional. A indústria de computadores interpretou o recuo como uma mudança de proporções históricas. A empresa reconheceu que o mix de vendas do Windows tanto em mercados maduros quanto emergentes foi direcionado para os PCs de baixo custo, vendidos com versões do Windows que dão menos lucro e, com frequência, não rodam o Vista”.

Ao subir ao palco, Steven Sinofsky, tecnólogo da Microsoft responsável pelo desenvolvimento das nova versão do Windows, desculpou-se pelos problemas e frustrações associadas ao Windows Vista, conta Markoff. “Ele disse que a empresa ouviu as queixas dos usuários e estava respondendo a elas. ‘Recebemos retorno de avaliadores, da imprensa, de alguns blogueiros aqui e ali e, ah, de alguns comerciais’, disse ele, referindo-se à longa campanha de publicidade da Apple que tem satirizado inclementemente os problemas da Microsoft”.

Ainda segundo Markoff, Sinofsky disse que não se sentiu ofendido pela campanha publicitária da Apple com provocações à Microsoft. “No entanto, o laptop [usado por Sinofsky] tinha um adesivo ‘Sou um PC’ na tampa, em referência à recente série de comerciais da Microsoft vistos como uma resposta tardia à Apple”.

Em seguida, diz Markoff, Sinofsky passou à demonstração da versão “pré-beta” do Windows 7, “reconhecendo que alguns recursos ainda faltavam. A apresentação concentrou-se de modo geral nos recursos de controle melhorados do Windows 7, incluindo a maneira como as notificações na tela são dadas, problema que foi fator de irritação para os primeiros usuários do Vista que reclamavam do comportamento de babá do software”.

Mais detalhes no artigo completo de Markoff.

Tags:, , , ,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

12 comentários para “Microsoft demonstra Windows 7 e reconhece influência do marketing da Apple”
  1. Ipso Facto disse:

    Então agora ponhamos os pingos nos devidos “is”. O que você vai ver abaixo é um vídeo em que Rob Enderle demonstra o novo Windows 7 para um repórter da BBC de Londres. Duas coisas a serem notadas na demonstração abaixo:

    1. O Windows Vista SP3… digo, Windows 7 faz Enderle passar vexame na frente da câmera, embora tenha disfarçado muito bem (deve estar acostumado, né?);

    2. Enderle reconhece que a Microsoft tentou reproduzir a interface do Macintosh no Windows 7.

    Sem mais delongas, vejamos Enderle demonstrando a maravilha de “multi-touch” do Windows 7 (a propósito, o termo “multi-touch” usado por Enderle é marca registrada da Apple).



    E olha que, desta vez, a cópia do Mac feita pela Microsoft até que funciona melhor do que se esperava para uma cópia.

    É claro que Enderle convenientemente se “esquece” do fato de que a Apple tem oferecido Macs Multi-TouchTM já há algum tempo. O primeiro foi o MacBook Air, e agora o recurso está presente em toda a família MacBook. E a Apple pelo menos fez a coisa direito: em um espaçoso trackpad, não em uma tela vertical cujo uso prolongado pode cansar o(s) braço(s) do usuário submetido ao esforço de mantê-los levantados para manipular na tela os elementos da interface (veja o que Enderle faz no vídeo), no que todo mundo fora da HP (fabricante do PC usado na demonstração de Enderle) e da Microsoft conhece como Braço de Gorila.

    Veja o Multi-TouchTM da Apple em ação: mover, dar zoom, rotacionar e segundo clique. Há mais gestos do que apenas esses quatro, mas são suficientes para que se perceba que, ao contrário do fiasco visto no vídeo, o Multi-TouchTM da Apple realmente funciona.

    Agora divirtamo-nos um pouco mais.

    Rob Enderle é presidente e principal analista do assim chamado “Enderle Group”, um grupo de duas pessoas que consiste nele e em sua mulher, Mary. Se houvesse um chimpanzé no grupo, provavelmente seria um grupo de três, mas aí Rob não seria mais o analista principal. 😀

    Então, cadê a novidade sobre Rob? Bem, em sua finita sabedoria, os britânicos da BBC resolveram entrevistar Enderle sobre o Windows 7. Provavelmente pensando estar enchendo a bola de Enderle, o repórter Rory Cellan-Jones classifica Rob Enderle como um “pândita independente” (para quem não sabe, pândita é um título de honra que atualmente se dá a brâmanes letrados) (não sabe o que é brâmane? Então vá olhar o dicionário, pô!) e pede-lhe que demonstre o Windows Vista SP3… digo, Windows 7 em um PC HP cinicamente batizado de “TouchSmart”.

    Pois bem, o “pândita independente” (tá bom, vai, o cara quis dizer “guru”) Rob Enderle trabalhou para e com empresas como (oooooooooooh!) Microsoft e HP e atualmente senta-se no conselho consultivo da HP. Essa informação é pública e não levou mais que 6 segundos para ser encontrada na Internet. Ainda assim, foi novidade para o repórter britânico. Caso ache que vale a pena conferir o artigo original do sem-noção da terra da rainha, vá buscar uma xícara de chá e depois clique aqui.

  2. nairan disse:

    Achei muito engraçado o cara tentando abrir a janela, ou seja la que elemento de interface for, e não conseguir, será que foi por isso que a apresentação foi tão curtinha???…….rsrsrsrs

  3. Michel disse:

    É bom que agente já tem mais ou menos a idéia do que vem por aí. 🙂

  4. Paulo disse:

    Agora é com o Zeca Pimenteira:
    “Buunito esse sisteeeema ! Cheio de efeitos e janelinhas… Dá até pra encostar o deeedo na teeeela !”
    “Eu sempre quis ter um siteeema assim …”

    *** Puff ! ***

    “Olhaaa soooó ! A tela queimou….”

    Haaa ! Mas não é possiiível …. Esse sistema não presta… É o Ruindows ? Ahhh tá espicaaado !

    🙂

  5. Lucas (luke) disse:

    O teclado devia ser multi touch, não a tela. Acho que daqui a pouco vou relatar minhas idéias…

  6. Lucas (luke) disse:

    Hahah, o cara admite que a M$ copiou a Apple….
    E o troço nem funfa direito!!

  7. 01 disse:

    Repare o cara que aparece no fundo do vídeo, tentando arrastar sei lá o que… ele simplesmente não consegue e desiste, fazendo um scroll somente…. Hahahaha

  8. Lucas (luke) disse:

    Essa gente continua a me surpreender.
    Taskbar =\= Dock
    DUH. Por isso que todo mundo (menos os cabeças-seca desse RuinAjuda) está comentando da velha fotocopiadora que é a Microsoft. Essa barrinha merrequenta NÃO FAZ o que a Dock faz.

    Agora, sobre o assunto SISTEMAS OPERACIONAIS QUE PRESTEM, porque os Srs. Call, Baboo e Vasco não nos dão seus comentários sobre o GRANDIOSO 7, que promete ser mais superior do que seu maravilhoso antecessor, o Vista, um enorme sucesso que agradou tanta gente?

  9. Leonardo disse:

    Hummmm… eles fizeram coisas parecidas com o KDE e o Dolphin tbem.

  10. Cesar Duarte disse:

    E o que que a dock faz de demais?
    não põe atalho pra aplicativos documentos e programas em execução? é uma barra oras
    Pessoalmente a superbar do 7 faz até mais coisas do que a dock do mac.

  11. […] Microsoft demonstra Windows 7 e reconhece influência do marketing da Apple […]

  12.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.
Get Adobe Flash player