ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

“Se a Apple quiser manter-se lucrativa em nossa economia em crise, vai ter que começar a licenciar seu fantástico sistema operacional a outros fabricantes de hardware e a seus usuários finais. Ou deixar que os donos desses PCs continuem ‘torrenciando’ o sistema operacional do Mac de graça!”

 

“Primeiro, tivemos a mudança para a Intel como fornecedora de CPUs para o Mac. Depois, veio a Psystar. A seguir, o plugue EFi-X. Jogue tudo isso numa bacia de Hackintosh, misture e derrame na forma de um Mac recente que é, na minha humilde opinião, menos que o melhor, asse a 350 graus no forno de uma economia em depressão por um ano ou dois e, logo depois, o mestre-cuca, que logo poderá deixar de ser Steve Jobs, retira o sistema operacional do Mac do forno e vende um pedaço do bolo a qualquer fabricante de hardware de computador ou usuário individual que pague por ele”, diz artigo publicado no blog da Dougit Design.

O autor, que se diz usuário de Mac por toda a vida, acha que a possibilidade faz sentido considerando-se uma eventual intenção de abrir o sistema operacional do Macintosh ao resto do mundo PC. “Isso porque, por nenhum outro motivo, neste exato instante parte do mundo PC está comendo um pedaço do bolo do Mac sem pagar por isso. Faz sentido por outros motivos também. Não é por acaso que temos Coca-Cola e Pepsi, McDonalds e Burger King, Playstation e Wii. Num mundo de consolidação corporativa, é preciso haver pelo menos dois grandes jogadores em qualquer mercado. Se houver menos que dois grandes jogadores — e devo destacar a palavra ‘grande’ — em qualquer mercado, as pessoas logo começam a gritar ‘monopólio’ e a olhar o jogador único com desdém se não houver concorrência. O tipo de desprezo, às vezes infundado, por empresas monopolizadoras é a força motriz por trás de boa parte da antipatia pela Microsoft”.

O autor não acha surpreendente a desconfiança da Apple de que há alguém com muito dinheiro pagando os caros advogados que defendem a Psystar no processo de violação de copyright movido pela Apple. “Eu não ficaria surpreso se, mais tarde, vazasse a informação de que os endinheirados ocultos sejam de um grupo clandestino de dentro da própria Apple! Steve Jobs pode ainda ser o rei e capitão da Apple, mas isso não significa que não possa haver algum tipo de motim nos escalões inferiores, especialmente se a tripulação achasse que algum tipo de rebelião contra o capitão pudesse ser a melhor opção para a sobrevivência do navio ou do reino. Mesmo que não seja uma rebelião ou mesmo um plano elaborado corporativamente dentro da própria Apple por gente de muito dinheiro, a Psystar está sendo apoiada por algum grupo com poder para moldar e influenciar toda uma sociedade”.

E quanto ao Linux? O autor descarta o sistema operacional do pinguim como jogador a ser levado a sério. “O Linux e todas as suas várias distribuições são como uma terceira perna. Para começar, todas as variações do Linux são simplesmente conchas do Unix, que é exatamente o que o Mac OS X é: uma concha do Unix, e uma concha que, de longe, é a melhor e mais fácil de usar e a única dotada de uma ampla gama de opções de software comercial já escritos para ele. Além disso, o Linux estará aí para aqueles geeks que, seguindo minha analogia acima, preferem frequentar o Jack In The Box ou o Wendy’s [outra cadeia americana de lanchonetes]. Mas o Linux jamais será um jogador sério. Haverá apenas dois”.

O autor conclui seu artigo ponderando que hoje em dia, para a maioria dos fervorosos defensores da Apple, o argumento principal continua sendo o sistema operacional. “É ele, e não o hardware, a característica que distingue a Apple nos dias de hoje e creio firmemente que, que a Apple quiser manter-se lucrativa em nossa economia em crise, vai ter que começar a licenciar seu fantástico sistema operacional a outros fabricantes de hardware e seus usuários finais. Ou deixar que os donos desses PCs continuem ‘torrenciando’ o sistema operacional do Mac de graça!”.

Mais detalhes no artigo completo do Dougit Design.

Artigos relacionados:

 

Tags:, , , , , , ,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

11 comentários para “Apple vai licenciar Mac OS X para montadoras de PCs em 24 meses, diz Dougit Design”
  1. Ipso Facto disse:

    Para começar:

    Meu desprezo pela Microsoft deve-se por produzir um sistema operacional inferior, frustrante, derivativo e que com frequência revela uma enlouquecedora falta de cuidado com a facilidade de uso e nenhuma atenção aos detalhes. Desprezo a Microsoft porque, com isso, ao invés de promover a produtividade, ela a atrapalha. Desprezo a Microsoft porque ela habitualmente copia (mal) os recursos de outros e depois tenta vender essa cópia como “inovação”. Desprezo a Microsoft porque ela criou toda uma cultura de apreço por uma experiência inferior que, felizmente, está evaporando rapidamente hoje em dia. E, embora não pareça mais ser uma característica intrínseca de sua inflada personalidade, desprezo a Microsoft por causa do hábito (passado?) de abusar de seu monopólio.

    A propósito, não há rigorosamente nada errado em um monopólio. O erro é abusar dele. Pergunte à Microsoft, ela entende muito disso.

    Pessoalmente, não tenho qualquer problema com o “monopólio” de uma empresa que faz produtos ou presta serviços superiores e que, ao invés de abusar de sua posição no mercado para manter-se na liderança, promove a inovação para continuar na liderança.

    Para terminar:

    Vou repetir algo que tenho dito ad nauseam sempre que o assunto é abordado: Mac OS X no PC com a bênção da Apple? Esqueça! Se o Mac OS X fosse distribuído para PCs genéricos, duas coisas aconteceriam: o OS X seria o segundo sistema operacional comercial mais pirateado do mundo e o hardware Macintosh seria enviado de volta ao limbo do mercado de tecnologia.

    O principal empecilho é a pirataria, problema impossível de ser ignorado. Para proteger o OS X desse problema, ele tem que ficar, tanto quanto possível, confinado a um hardware que, por sua vez, não pode ser pirateado, conforme explica Tom Yager neste artigo publicado no InfoWorld em 21/04/2006:

    O Mac, dentre seus outros usos, é uma proteção para o OS X e para as aplicações criadas pela Apple e pelos desenvolvedores Mac. Se o OS X pudesse rodar [legalmente] em qualquer máquina, o usuário que adota as previsíveis configurações-padrão de sistema se tornaria alvo fácil de códigos e pessoas mal-intencionados e não teria direito a qualquer suporte em caso de problemas. Você não pode pedir ajuda sem revelar que está usando uma cópia pirata. Então, caso se pergunte por que a Apple não vende o OS X como um OS genérico, lembre-se destas cinco palavras: não se pode piratear hardware.

    A Apple é uma empresa de hardware, não de software. Jobs já disse não estar interessado em concorrer com a Microsoft no campo do SO — ainda que para nós, mac-usuários, seria absolutamente lindo ver o Mac OS X reduzir o Windows à categoria de irrelevância em seu próprio quintal. O hardware Macintosh é o principal trunfo da Apple e não há razão lógica alguma para que abra mão dele. Portanto, as chances de que a Apple venha a lançar um OS X genérico são próximas de zero — para alívio da Microsoft.

    Mas, enfim, em algum dia futuro posso vir a ter que morder minha língua, como fiz quando afirmava até a morte que jamais veríamos um Mac com processador Intel. Depois dessa, não duvido de mais nada. Mas esteja certo disto: a história já nos provou várias vezes que Jobs não entra num jogo para perder. Se ele resolver mudar de idéia em relação ao que já disse anteriormente sobre não querer concorrer com a Microsoft na arena do sistema operacional, aposte todas as suas fichas de que vai levar o Windows a nocaute.

    A única forma realmente interessante de disponibilizar o Mac OS X para PCs sem que isso represente ameaça ao negócio Mac da Apple seria se a versão disponível para PCs fosse sempre uma atrás da atual no Mac — ou seja, se a atual do Mac for a 10.5 Leopard, poderia haver, no máximo, a 10.4 Tiger para PC — para ser distribuída por fabricantes OEM selecionados. Tais bem-aventurados fabricantes OEM receberiam a versão mais atualizada do OS X 10.4 Tiger, certificada pela Apple, para rodar em suas configurações de hardware.

    Há quem diga que argumentos como o meu faziam sentido em cenários como o de dez anos atrás, pois a fenomenal receita auferida pela Apple hoje em dia com o iPhone e o iPod compensaria qualquer eventual sangramento nas vendas do Mac causado pelo OS X no PC, seja autorizadamente ou não. É verdade que o Mac não é mais a única fonte de renda da Apple, embora ela continue sendo uma empresa de hardware (afinal, Mac, iPhone, iPod, Apple TV e AirPort são o quê?) e, segundo os defensores dessa teoria, mesmo com a clonagem ela continuaria vendendo Macs. Esses defensores argumentam que não estão pregando o licenciamento do Mac OS X, e sim afirmando que argumentos como o meu falham ao não considerar as outras fontes de receita da Apple. Pode ser. Mas ainda está longe — se é que algum dia virá — o momento em que a Apple sentirá que abrir mão do controle exclusivo do OS X compensa mais que mantê-lo. O ataque à Psystar é prova de que não estou tão errado assim.

  2. Lucas (luke) disse:

    Ceeeerto. E fadas devoradoras de crianças existem, assim como uma versão decente do Windows?

    Poupe-me.

    Esses blogueiros de m*rda acham que a Apple precisa fazer blasfêmias para não ser atingida pela crise.
    Os “analistas” também tiraram essa conclusão apressada. Fim de trimesrte fiscal e advinha o que? A Apple foi a que menos sofreu com a crise…

    Sem falar que ela tem 25 bi no bolso…..

    A idéia de que clones voltem a existir é ridícula. Mesmo considerando um outro CEO. Steve varreu a diretoria de pessoas que não pensasem como ele.

    Aliás, todos nós sabemos que os clones só serviram pra matar a Apple mais rápido, lembram?

  3. Edson disse:

    Meu deus Ipso… Vc é muito bitolado.

    M$ tem sim seus defeitos, o windows então pode ate ter varios… mas vc quer chamar a M$ de copysta? Fala serio cara posso citar centenas de inmovacoes feitas pela M$ ou “Gnu” copiadas descaradamente pela apple.

  4. Johnny Bravo disse:

    Meus sais, Edson… Vc é muito bitolado.

    Dá uma olhadinha no vídeo abaixo, filho (e isso só para começar uma looooooooooonga lista de provas do caráter copiador da MS). Depois conversamos.

  5. Zumbi dos Palmares disse:

    Por que odeio a Microsoft.

    Esse é o maior, melhor e mais popular documento já escrito para justificar a antipatia mundial contra a empresa. Sugiro ao Edson que o leia antes de vir aqui querendo tolamente comparar a Apple com ela.

  6. […] do “Apple Mania“ Tags: 24, apple, de, diz, em, licenciar, mac, meses, montadoras, os, para, pcs, vai, […]

  7. F3L1P40 disse:

    Concordo contigo, Ipso, que esta possibilidade é muito remota, caso surgisse um novo player em tempo recorde e nos moldes da Apple (benchmark no conjunto hardware + software) provando superioridade em inovação e tomando visivelmente o market share da Apple nos iPods, iPhones, Notebooks, etc. Daí seria interessante, como última saída, a Apple ir por esse caminho sem volta, compensando suas perdas em produtos com a maior venda do OSX para empresas OEMs.

    O mais prudente é lutar agora contra a pirataria de hardware, do que lutar depois contra a pirataria de software, como tem feito a MS, pois é muito mais fácil piratear um software protegido do que um hardware protegido, desde que este último tenha em sua configuração um chip exclusivo como era o PowerPC , daí volto novamente ao propósito da aquisição da PA Semi.

    O mercado oferece hoje muito mais opções para empresas que quiserem produzir um chip dedicado do que nos tempos do PowerPC, bastando apenas seu o dono dos IPs de tecnologia envolvidos no chip, sem o risco deste fornecedor posteriormente pressionar a Apple por mais mais volume de produção via venda OEM de seu hardware…

  8. Antonio disse:

    Eu tenho os dois mundos da Apple o PowerPC e Intel, Mac mini G4 1.25 e Core 2 Duo 1.83, e posso afirmar que em questão de confiabilidade o PowerPC dá um banho no Intel agora a geração G5 deles foi muito esquetadinha e estava perdendo desempenho e não estava mais mantendo desempenho superior aos Intel.

    A trasição para o Intel foi necessária e teve custo um sistema Leopard gordo em tamanho e programas maiores que suas versões congeneres para PC outro custo foi se não foces nescessário a o Realançamento do Tiger Intel e um Leopard Hibrido, provalvemente nós já nos beneficiarimos de um sistema de 64 bits com Aplicativos de 64 bits.

    E vemos que essa otimização só vai começar no Snow Leopard e amadurecera no proximo sistema.

  9. bebeto_maya disse:

    O problema não e os EUA, o problema é que o MacOSX não é insubistituível. O que quero dizer? Que Macs não precisam de Mac Os para funcionar, serve WIndows, Linux et caterva. Então, em países onde o código de defesa do consumidor bate pesado, como no Brasil, a venda da Apple de dois produtos casados, mac os e mac, pode ser considerada ilegal, na melhor das hipóteses, a Apple poderia vender seu produto não negando aos outros o direito de fazer o mesmo. Ou seja, se surgir por aqui uma Psystar da vida, a Apple que se cuide…Porque as chances dela perder, com o apoio da mídia brasileira coitadista e bajuladora de minorias mais fracas, é grande.

    Em países com legislação pesada, podem pipocar concorrentes da Apple vendendo seu próprio produto, o mais estranho é que eles comprariam uma licença da própria maçâ para revendê-la. E não me venham com EFI, isso é piada, todo mundo sabe que a Apple não é dona desse padrão, portanto emulá-lo não me parece nada ilegal. EFI não é limitação nenhuma.

    Agora o que isso representaria para o mercado? A Apple venderia mais software, menos hardware, a Microsoft começaria a pegar pesado, negando o lançamento de MS Office para Mac e teriamo s concorrência de verdade. Jobs sabe que um dos motivos para não abrir o Mac é também o port de softwares da redmond para a Apple, que poderia cessar como chantagem da empresa do Bill Gates.

  10. Tiao disse:

    >>Mas o Linux jamais será um jogador sério.

    To vendo que vc é um cara bem informado sobre informática
    O grande problema do software proprietário, e pensar em PRODUTO, e nunca em SERVIÇO 😉

  11. Eric disse:

    “Se a Apple quiser manter-se lucrativa em nossa economia em crise, vai ter que começar a licenciar seu fantástico sistema operacional a outros fabricantes de hardware e a seus usuários finais. Ou deixar que os donos desses PCs continuem ‘torrenciando’ o sistema operacional do Mac de graça!”

    Gostaria de ver outro artigo deste sujeito, depois desta previsao furada e ver a Apple praticamente ultrapassando a Microsoft em valor.

  12.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.
Get Adobe Flash player