ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Executivo parece pronto para jogar a toalha sobre o Zune, tocador portátil de mídia digital da Microsoft que falhou em desafiar o todo-poderoso iPod, da Apple.

 

Falando sobre o Windows 7 na apresentação do produto feita no Consumer Electronics Show em Las Vegas, o diretor-presidente da Microsoft, Steve Ballmer, manifestou “claramente ter a concorrência em mente”, conforme descreve Richard Waters em artigo publicado no site do jornal The Financial Times.

Segundo Waters, Ballmer reconheceu a vantagem de empresas como Apple e Google em em áreas importantes do negócio de eletrônicos de consumo.

“O iPhone da Apple e o BlackBerry têm um ‘claro momento de mercado’ no mercado de smartphones, um dos únicos negócios dos eletrônicos de consumo prontos para resistir à turbulência econômica este ano, disse ele. E, embora geralmente dotado de uma atitude de desprezo sobre a investida da Google Inc. nos smartphones, ele reconheceu que pode se passar muito tempo antes que a Microsoft alcance a Google no que diz respeito a software de buscas. ‘A Google é uma grande empresa, eles certamente conquistaram um grande mercado e têm um produto decente’, disse ele”, relata Waters.

Ballmer também reconheceu o quão para trás a Microsoft foi deixada pela Apple no campo da música digital e pela Google no de software de busca, diz Waters. Todavia, Ballmer deu indicativos de como pretende reagir. “O Sr. Ballmer revelou duas parcerias, uma com a Dell e outra com a Verizon Wireless, para aumentar a distribuição da ferramenta de busca da Microsoft. Embora seja improvável que façam uma grande diferença na parcela do mercado da empresa, as parcerias carregam consigo um importante recado: a Microsoft vai lançar um duro contra-ataque à Google”.

Já no que diz respeito à música digital, Ballmer parece pronto para jogar a toalha sobre o Zune, que falhou em ganhar mercado diante do iPod, observa Waters. “Mas ele sugeriu que o foco da concorrência na mídia digital segue na direção de um campo que a Microsoft conhece bem: software. Ele disse que, com o mercado para tocadores portáteis dedicados de mídia em declínio, o futuro está mais em aparelhos de ‘propósito genérico’ — como o iPhone e o iPod touch da Apple”.

Ainda segundo Waters, perguntado sobre se podemos contar com um “Zune Phone” da Microsoft, Ballmer respondeu: “Você não deve esperar por isso”.

Mais detalhes no artigo completo de Waters.

Tags:, ,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

5 comentários para “CEO da Microsoft reconhece superioridade do iPhone, segundo Financial Times”
  1. Ipso Facto disse:

    Cedo ou tarde a verdade triunfa sobre a falácia.

    Steve Ballmer, CEO da Microsoft, debocha do iPhone em 17 de janeiro de 2007:

  2. Knux disse:

    que papo é esse de falar “a” google…

    para mim sempre foi O google…

    tem sonoridade de palavra masculina…

  3. Victor disse:

    Knux, Google não é uma empresa? O artigo “a” diante de Google está concordando com a qualidade de empresa da empresa. É o mesmo que dizer “a empresa Google”. Sonoridade é o que menos importa neste caso, tanto é verdade que você não diz “o astro do Globo”, e sim “o astro da Globo”.

    Deixa de ser enjoado, vai! 😉

    Sugestão ao Editor: para evitar esse tipo de estranheza, acrescente “Inc.” depois de Google que aí ninguém reclama quando se escrever “a Google Inc.”

  4. Knux disse:

    e por um acaso você fala ‘ a uol’ ou ‘o uol’…

    uol é uma empresa, mas a sigla significa universo online… a universo online? o universo online?

    google é o trocadilho com o nome de um número… o número? a número?

    hahaha

    abraços

  5. Victor disse:

    Knux,

    Não enche o saco. Estamos falando de uma EMPRESA chamada Google, de uma EMPRESA chamada Globo, etc.

    Assim, é perfeitamente correto dizer “a empresa Universo Online Ltda” ou simplesmente “a UOL”, não importa se para você isso soa esquisito. Aliás, dá uma olhadinha aqui:

    http://www.direito2.com.br/stj/2002/set/10/nilson_naves_suspende_liminar_que_impedia_cobranca_do_icms_de

    “A Universo Online Ltda e a Brasil Online Ltda entraram com um mandado de segurança (…)”

    Tem “a Universo Online” aqui também: http://epoca.globo.com/edic/20000117/neg1a.htm

    Dá uma pesquisadinha no (site de busca) Google que você acha muito mais.

    Além disso, o AppleMania já publicou “a Google” um sem número de vezes e o artigo foi lido por um sem número de leitores, dos quais você é o único chato de galocha que está reclamando.

    Vê se se toca, meu!

  6.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.