ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

O Macintosh não só está prosperando como está experimentanto o melhor momento de sua história. Seja qual for o modo como você o vê, o Mac está em ascensão, enquanto o Windows vai em direção contrária.

 

“É o 25º aniversário do Apple Macintosh, mas os olhos de Steve Jobs não estão marejados. Na sede da empresa no Vale do Silício, onde ele apresentava à imprensa uma nova linha de laptops em outubro, mencionei-lhe o aniversário. Jobs não quis saber de nostalgia. ‘Não penso nisso’, disse ele. ‘Quando voltei para cá, em 1997, queria mais espaço e descobri um arquivo de Macs velhos e outras coisas. Eu disse ‘Livrem-se disso!’ e foi tudo despachado de volta para Stanford. Se você olhar para trás neste negócio, será esmagado. Tem que olhar para frente'”, conta Steven Levy em artigo publicado no site da revista Wired.

Levy acha impressionante que, aos 25 anos — idade que, no mundo da informática, corresponde a um googolplex —, o Mac ainda pode olhar para frente. “Os concorrentes originais do Mac — coisas com telas de fósforo verde feitas por Radioshack, DEC e a então grande divindade da computação IBM — agora habitam os depósitos de sucata, tanto física quanto psiquicamente. Sim, o Macintosh não só está prosperando como está experimentanto o melhor momento de sua história. Muita da atenção dedicada à Apple nos últimos anos concentra-se em produtos novos como o iPod e o iPhone. Discos de controle e telas sensíveis a toque têm-nos distraído das notícias de que a participação do Mac no mercado silenciosamente avançou na casa dos dois dígitos [vindo] dos menos de 3% em 1997, antes do retorno do CEO pródigo ao aprisco após 12 anos de exílio. Seja qual for o modo como você o vê, o Mac está em ascensão, enquanto o Windows está em queda”.

Embora os rebeldes originais do Mac — incluindo o próprio Jobs — já sejam cinquentões, o Mac conseguiu evitar as rugas e as juntas rangentes, comenta Levy. “Sempre jovem, o Mac está mais associado a Millennials [jovens nascidos entre 1980 e 2000] do que a coroas rabujentos, ainda que muitos Millennials nem eram nascidos quando aquele famoso primeiro comercial — o ‘1984’, de Ridley Scott — foi exibido durante o Super Bowl XVIII”.

Para Levy, é essa percepção de geração que explica porquê a longeva campanha de marketing Mac x PC da Apple, com o “pobre coitado” PC interpretado por John Hodgman, atordoou a Microsoft. “Quando mencionei os comerciais a Bill Gates, no lançamento do Windows Vista em janeiro de 2007, ele virou um Vesúvio sobre mim. ‘Não sei por que eles se comportam como se fossem superiores’, disse ele. ‘Eu nem entendo [os comerciais]. Você entende? O que eles estão tentando dizer? Não há a menor sombra de verdade naquilo!’. Mas não é o que o público pensa e os números das vendas provam isso. A Microsoft foi tão atacada pela propaganda da Apple que está contra-atacando com uma campanha de US$ 300 milhões com a qual tenta assegurar ao consumidor que ele não é um perdedor patético”.

Levy aponta o fato de que, quando um produto se torna de consumo em massa, costuma perder o diferencial que destaca seus usuários dos demais. “Por isso, é notável que, com 30 milhões de usuários, o Mac ainda distingue quem o usa. Se o mercado do Mac continuar crescendo, será que isso permanecerá sendo verdade? Se 50 milhões de pessoas estiverem usando Macs, significará que ainda estarão ‘pensando diferente’? E quanto a 100 milhões? Acho que vamos descobrir”.

Mais detalhes no artigo completo de Levy.

Tags:, , , , , , , , , , ,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

3 comentários para “Wired: aos 25 anos, Mac está em alta, Windows em queda e Bill Gates ainda não entende isso”
  1. Ipso Facto disse:

    Se até agora Gates não tiver entendido, jamais entenderá.

  2. Lucas (luke) disse:

    Nerd, estudou em Harvard, mas não consegue entender um comercial que não seja igual às vergonhas da M$?

  3. Olha, entender o Bill entende. Ele se faz é de desentendido.

    Quem assistiu ao Piratas do Vale do Silício (Pirates of the Silicon Valley), sabe como foi a história. O Bill Gates tem uma p… inveja de Jobs e da Apple. Se vocês assistirem aos vários filmes sobre a Apple no YouTube, verão nas entrevistas do Bill Gates um olhar de desdém, mas ao mesmo tempo de profundo despeito.

    O Bill é muito articulista e isso fica patente no filme que citei acima. Assistam, isto se encontrarem o vídeo para alugar. Parece que ele foi retirado das locadoras logo que saiu aqui no Brasil em 2000. Eu só o encontrei na web.

    Criei um pequeno artigo sobre os 25 anos do Mac em meu blog. Se quiserem ler são bem-vindos: http://www.superempreendedores.com/empreendedorismo/estrategia-empreendedorismo-2/25-anos-do-macintosh

  4.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.
Get Adobe Flash player