ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

“Ao fazê-lo, ela poderá eliminar a ameaça criada pela Psystar e seus clones, já que ninguém confiaria em um Open Computer de uma Zé Ninguém comparado a um Dell ou HP”.

 

“A Psystar, empresa que está vendendo seus Open Computers com o Mac OS X pré-instalado, voltou às manchetes nesta semana graças a mais uma declaração apresentada à Justiça na qual alega poder fazer o que quiser graças à first-sale doctrine [que, nos EUA, dá o direito de revender a cópia original de qualquer propriedade intelectual adquirida legalmente]. A Psystar argumenta que, por ter comprado da Apple e de seus parceiros cópias do Mac OS X, tem todo direito de instalar aquele software em sua própria marca de computadores e vender o hardware a seus clientes. Isso faz sentido? Claro que não. Tanto quanto a alegação da Psystar de que a Apple estava operando um monopólio e abusando de seu copyright, as colocações da firminha são, na melhor das hipóteses, suspeitas”, diz Don Reisinger em artigo publicado no CNET.

Ele diz haver uma maneira fácil e rápida de eliminar aquele mosquitinho chato que a Psystar tem sido para a Apple: licenciar o Mac OS X. “Antes de explicar porque a Apple deveria licenciar o Mac OS X para eliminar a Psystar e mudar sua estratégia, devo mencionar que Steve Jobs tem repetido consistentemente que licenciar o Mac OS X está fora de cogitação, pois ele considera o software uma vantagem competitiva. Devo notar também que a Apple licenciou o Mac OS enquanto Jobs estava fora da empresa e que aquela estratégia de licenciamento quase a levou à ruína naquele momento”.

Mas tudo está diferente hoje, observa Reisinger, para quem a ideia faz sentido em uma série de aspectos e ainda pode ajudar a Apple. “Encaremos os fatos: a Apple não está feliz por ter que lidar com a Psystar. E por que deveria estar? A Psystar é uma custosa chateação que precisa ser resolvida rapidamente. Mas se a batalha legal demorar demais — ou, pior, se a Psystar descobrir um meio de vencer —, a Apple será forçada a lidar com uma miríade de clones similares do Mac que só dificultarão a manutenção do controle sobre o Mac OS X”.

Para Reisinger, esse é o motivo pelo qual a Apple deve licenciar o Mac OS X à Hewlett-Packard e Dell, as duas maiores fabricantes de PCs do mundo. “Ao fazê-lo, ela poderá eliminar a ameaça criada pela Psystar e seus clones, já que ninguém confiaria em um Open Computer de uma Zé Ninguém comparado a um Dell ou HP. Mais importante: isso expandiria a presença da Apple no negócio do PC e, finalmente, permitiria-lhe ocupar um espaço no qual possa concorrer de igual para igual com a Microsoft”.

Reiginger acha que Dell e HP aceitariam com alegria a possibilidade de vender seus PCs com o Mac OS X pré-instalado porque “ambas as empresas estão extremamente descontentes com a Microsoft depois do fiasco do Vista, e seus clientes corporativos não querem nem saber de seus computadores se o Vista estiver instalado. Pior: o consumidor não confia no Vista, razão pela qual HP e Dell foram forçadas a fazer o ‘downgrade’ do sistema operacional para o XP. Além disso, tanto HP quanto Dell conhecem bem a boa reputação da Apple e ter a oportunidade de de vender software Apple em seus próprios computadores poderia ser o bastante para que propusessem à Apple um negócio da China”.

Reisinger não defende o licenciamento indiscriminado do sistema operacional da Apple, coisa que ele qualificaria como um erro, e sim costurar acordos com HP e Dell que poderiam ser extremamente benéficos às três partes. “Não duvido nem por um segundo que HP e Dell estariam dispostas a dar à Apple uma generosa porção de sua receita só pelo privilégio de vender o Mac OS X”.

Reisinger acha que a Apple precisa se apressar, pois, com o Windows 7 já dobrando a esquina e prometendo uma experiência melhor que a do Vista, a vantagem competitiva da Apple perante HP e Dell pode diminuir consideravelmente.

“Como mencionei, Steve Jobs acredita que licenciar o Mac OS X significa perder sua vantagem competitiva. Discordo. Esse sentimento talvez fosse verdadeiro anos atrás, mas hoje vivemos em um ambiente muito diferente e a Apple é amplamente considerada a empresa mais atraente da indústria. Em outras palavras, consumidores em número mais que suficiente estão comprando produtos Apple simplesmente por serem da Apple. O que faria alguém pensar que, só porque HP e Dell têm o Mac OS X rodando em suas máquinas, de repente todos os clientes da Apple trocariam seu hardware pelo dos concorrentes?”, pondera Reisinger.

Ele reconhece que a Apple pode perder alguns clientes nesse processo, mas acredita que o benefício seria ganhar mais dinheiro do que perderia licenciando o OS X à Dell e HP, fazendo com que operasse ainda mais dentro do azul.

“Então, o que a Apple ganharia licenciando o OS X? Ela colocaria seu software diante de milhões de novos consumidores, teria a oportunidade de receber uma fatia dos lucros da concorrência, poderia competir com a Microsoft mais eficazmente e, por fim, mataria a Psystar e qualquer outro clone do Mac que possa existir. Por todas essas vantagens, perderia a exclusividade sobre o Mac OS X. Ótimo!”, conclui Reisinger.

Mais detalhes no artigo completo de Reisinger.

Artigos relacionados:

 

Tags:, , , , ,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

5 comentários para “Solução para matar Psystar é licenciar Mac OS X para Dell e HP, diz CNET”
  1. Ipso Facto disse:

    Eis aí a mais nova versão de um argumento xoxo que tenho visto tantas e tantas vezes. Parece até um daqueles boatos que circulam por e-mail que, a cada vez que são tolamente repassados pelos descerebrados que não usam o Tico e o Teco antes de clicar em Encaminhar, ganham uma versão nova.

    Dá até sono ler um troço desses. É tão maçante quanto aqueles persistentes artigos sobre a saúde de Jobs. Só não é pior porque é até engraçado ver a Psystar tentando arrumar “argumentos legais” que justifiquem sua ousadia, argumentos esses que só convencerão algum juiz se a Psystar conseguir dopá-lo primeiro.

    Nem vou me dar ao trabalho de copiar/colar pela trocentésima vez minha argumentação contra o licenciamento do Mac OS X. Quem quiser lê-lo pode fazê-lo aqui.

  2. Alex disse:

    Nunca li tanta besteira na minha vida. A Apple não será idiota de licenciar o seu sistema operacional, que é seu trunfo. Ainda mais hoje em dia com tantos hardwares de qualidade.

  3. aLx disse:

    é.. aposto q vcs tb diziam q iam morrer antes de ver um mac com processador intel, né?

  4. Daniel Carlos disse:

    Bom galera, a Apple poderia aplicar a mesma tática que a Microsoft adota com o Office pra PC e pra Mac: Lança uma versão pra Mac do OSX e depois lança a mesma versão do sistema pra PC, quatro anos depois, às vésperas da saída de uma versão nova do OSX pra Mac. Por exemplo, ao lançar o Snow Leopard oficialmente pra Mac, a Apple poderia lançar o Tiger pra PC. Seria uma ótima idéia pois assim, quem quisesse o sistema mais novo, teria que comprar um Mac, enquanto quem quer simplesmente fugir da Microsoft e seu macaco de circo Ballmer, usaria o sistema mais antigo pra PC. É uma idéia que, convenhamos, poderia dar (E MUITO) certo, uma vez que a Apple teria lucros com Hardware+Software novos e Software Antigo rodando em PCs.

  5. aLx disse:

    Poxa, Daniel… Poderia ser apenas 01 (UMA) versão, né? Lança SL para Mac e LEO para PC… aí sim seria interessante.

    O problema é que hoje em dia já tem SL para PC/AMD pra vc ter idéia! Assim, talvez esta idéia AINDA não agradasse a todos!

  6.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.
Get Adobe Flash player