ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Após anúncio do fim do DRM nas músicas vendidas através do iTunes, burocrata disse não ter mais razões para perseguir a Apple.

 

“O guardião do consumidor norueguês disse nesta quarta-feira que retirou queixa contra o iTunes da Apple depois que a empresa disse que as músicas vendidas através de seu serviço musical online são compatíveis com todos os tocadores MP3 e não apenas com o iPod”, informa a agência de notícias France Presse (AFP).

Segundo a agência, Bjørn Erik Thon, que atua como uma espécie de ombudsman do consumidor na Noruega, disse não ter mais razões para perseguir a Apple por causa do iTunes.

A AFP lembra que, em novembro, Thon havia dito que encaminharia o caso da Apple às autoridades do país porque a empresa teria falhado em compatibilizar sua loja online com tocadores musicais que não fossem o iPod.

“Há muito a Apple fazia ouvidos mocos para as queixas das associações de consumidores europeus, mas anunciou em 6 de janeiro que todas as músicas da loja iTunes passariam a ser vendidas sem o software anti-pirataria de gerenciamento digital de direitos que impedia que as músicas fossem copiadas. A ação torna possível reproduzir as músicas em outros tocadores também”, diz a AFP.

Mais detalhes no artigo completo da AFP.

Artigos relacionados:

 

Tags:, , ,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

12 comentários para “Noruega retira queixa contra iTunes da Apple”
  1. Lucas (luke) disse:

    Três Palavras: HA HA HA!

  2. Knux disse:

    luke, infantilidade sua achar que o cara estava peseguindo a apple…

    ele tinha um motvo válido, a apple mudou, agora ele não tem mais… quem ganhou foi o consumidor.

  3. Lucas (luke) disse:

    Ah, Knux, não vamos começar com essa historinha de infantilidade.

    Todo mundo sabe que, se a Europa é horrível em alguma coisa, é no sistema legal.

    Lá, todo mundo perde tempo discutindo sobre coisas perfeitamente normais (como esse caso do iTunes) ou sobre miudesas da vida ao invés de fazer o certo.

    Então não sou eu q persigo o cara por perseguir a Apple: eles perseguem todo mundo mesmo que seja por nada de mais.

    Como quando tentaram processar a M$ por integrar o Internet Explorer com o Windows: por pior que a M$ seja, isso é ridículo. Completamente ridículo.

    Qual o problema de espremer tudo isso em três palavras?

  4. Knux disse:

    puro desconhecimento seu…

    a MS sofreu exatamente o mesmo processo nos EUA e por muito pouco (muito mesmo) ela não foi separada em dua divisões: uma para windows, outra para ie, office e outros produtos…

    no final pagou só uma multa trilhardária e ficou por isso mesmo.

    alguns países protegem seus consumidores, não é picuinha… você que está mal acostumado no brasil…

    • Lucas (luke) disse:

      Lá vamos nós de novo…

      Não, não foi o mesmo processo. Aquele pelo menos dizia a respeito ao monopólio da M$ (ISSO é verdade).

      O europeu tentou processar a Micro$oft só pelo fato do IE vir junto com o Windows, alegando que como ele é o único disponível de cara, é por isso que quase todo mundo usa.

      Isso pode até ser verdade, mas continua sendo ridículo já que é o usuário que tem preguiça de baixar outros navegadores e usa o IE por estar ali, de cara.

      Portanto, ou a M$ tiraria o IE do Windows (assim dificultando a obtenção de QUALQUER navegador), ou colocaria Firefox, Chrome e outros juntos no Windows, o que é, como disse antes, totalmente ridículo.

      Uma coisa é um país proteger seus consumidores, mas esses processos europeus praticamente obrigam as empresas a não serem competitivas.

      E os processos americanos (por parte dos cidadãos) são igualmente ridúculos, como o do cara que tentou processar a Apple porque quando foi atingido por um raio as queimaduras mais graves foram na região onde seu iPod estava, coisa que teria acontecido com QUALQUER eletrônico.

      Ou aquela mulher que processou o McDonalds por que se queimou quando ela mesma derrubou café nas suas pernas, alegando que o aviso não deveria ser “Cuidado, quente”, mas sim “Cuidado, isso é muito quente, muito quente MESMO!”

      Eu odeio o Brasil pelo o que ele é e o que não é (dado os recursos naturais e outras coisas), e admiro a Europa. Muito. Mas o judiciário deles às vezes chega a extremos inaceitáveis.

      Tudo isso por causa de uma risada??

  5. Johnny Bravo disse:

    Lucas excretou:

    é o usuário que tem preguiça de baixar outros navegadores e usa o IE por estar ali, de cara

    Lucas, essa foi a generalização mais tosca e grosseira que você poderia ter feito. Demonstra sua absoluta falta de conhecimento do mundo a seu redor. Demonstra que você acha que todos têm que ter o mesmo nível de conhecimento e desenvoltura que você tem com computadores.

    Lamentável.

    O usuário leigo não baixa outros navegadores simplesmente porque não sabe que existem. Se sabe, não sabe como baixá-los, instalá-los e usá-los. Se para você essa é uma operação trivial, para muita gente não é.

    Sempre me surpreendo com a quantidade enorme de usuários de PC que não sabe o que fazer diante de um link em um e-mail, não sabe como anexar uma foto em uma mensagem, mudar o tamanho da fonte em um documento, gravar um CD e por aí vai.

    Você quer que esse tipo de gente, que é quem constitui a base de usuários do IE (já que quem é esclarecido como você e eu não usa essa bomba), saiba sequer onde encontrar outros navegadores pra baixar? Quer que eles compreendam por que o Firefox é melhor que o IE?

    Tenho um cliente que se recusa a usar o Firefox sob o argumento de que quer “usar o que todo mundo usa”. Pensa que ele é exceção?

    Em que planeta você vive, Lucas?

    Acorda, fio! Pare de achar que todo mundo tem que pensar igual a você e saber tudo que você sabe.

    • Lucas (luke) disse:

      “Lucas, essa foi a generalização mais tosca e grosseira que você poderia ter feito. Demonstra (blablabla, uma série de comentários com o objetivo de impor sua divindade e a minha ignorância, blablabla).”

      “O usuário leigo não baixa outros navegadores porque não sabe que existem (..)”

      Considerar que os 75% da população que usam IE nunca ouviram falar do Firefox ou do Chrome (já que este foi mencionado em tudo que é jornal, programa de notícias e etc. pelo simples fato de ser da Google) é um equívoco, pra dizer o mínimo.
      Uma pessoa que não saiba procurar algo no Google, ler, clicar no grande e colorido botão com os dizeres “BAIXAR”, clicar em “executar”, seguir as instruções criadas especificamente para guiar os leigos (“clique em avançar para continuar”[X5]), e dar mais um duplo clique para abrir o tal navegador não deveria nem saber como ligar um computador, escolher sua conta de usuário, muito menos navegar na Internet, seja em IE seja em qualquer browser.

      “Sempre me surpreendo com a quantidade enorme de usuários de PC que não sabe o que fazer diante de um link em um e-mail”

      Hmm… clicar? Uma pessoa que não saiba disso, como dito anteriormente, não deve nem saber como abrir o próprio navegador.

      “não sabe como anexar uma foto em uma mensagem,”

      Mesmo com aquele botãozinho lindo com os dizeres “Anexar…”?

      “mudar o tamanho da fonte em um documento”

      Essa eu sei! É porque não tem uma frase do tipo “Clique nessa setinha do lado desse número aqui em baixo se vc quiser mudar o tamanho das letrinhas do texto” em cima do campo numérico do tamanho da fonte, não é?

      “, gravar um CD”

      Bem, esse aí tudo bem.
      Olha Johny, eu devo estar mais espantado que você oO.

      “Quer que eles compreendam por que o Firefox é melhor que o IE?”

      Simples. Alguém que conhece qualquer outro browser (qualquer mesmo) vai lá e diz “Porque vc não experimenta o (insira nome do browser aqui)? Eu gosto mais dele que o IE.”
      “Legal!”

      Aí ele pede ajuda pro colega ou procura ele mesmo pelo download do browser. Isso já é suficiente pra convencer um leigo. Sabe, eles não precisam de benchmarks e etc como nós.

      “Tenho um cliente que se recusa a usar o Firefox sob o argumento de que quer “usar o que todo mundo usa”. Pensa que ele é exceção?”

      Bem, se você acha que os 75% da população que usa IE pensam dessa maneira…hmm…. estranha e sem motivo….

  6. Knux disse:

    Cara…

    O processo da MS nos EUA não foi por causa do monopólio (monopólio NÃO é ilegal, camarada).

    O processo da MS nos EUA foi por ter usado sua posição de dona de um monopólio no mercado de SO’s para entrar em OUTRO mercado: o de browsers. quando ela fez isso, ela literalmente acabou com o netscape. O processo foi por causa de incluir o ie no windows, sim.

    Um processo semelhante foi aberto na Europa: ela usa sua posição de dona de um monopólio real em um mercado para manter um monopólio artificial em outro mercado.

    A mesma alegação foi feita contra a Apple: ela usava a sua posição de líder de venda de músicas digitais para manter a liderança na venda de dispostivos que tocam músicas digitais.

    É verídica? A culpa era das gravadoras? É discutível… O ponto é que não é perseguição… quem ganha com um “procon” forte é a sociedade. Bom para os Europeus… Eu me mordo de inveja…

    • Lucas (luke) disse:

      “(monopólio NÃO é ilegal, camarada)”

      Oh really? Eu mesmo defendi este ponto de vista.

      Eu disse:

      “Aquele pelo menos dizia a respeito ao monopólio da M$” (do Windows)

      E você disse:

      “O processo da MS nos EUA foi por ter usado sua posição de dona de um monopólio no mercado de SO’s para entrar em OUTRO mercado”

      Hmm, pra mim, esse cenário diz respeito à monopólio. Já que eu não disse que esse processo era um daqueles em que a M$ é acusada de monopólio ilegal do *Windows*.

      A diferença é que em 1994 a Micro$oft assinou um acordo com o governo, comprometendo-se a não fazer uso do seu monopólio do Windows para ganhar vantagem sobre rivais em outros segmentos da indústria da computação.

      *E*, mesmo assim, o Netscape não caiu puramente por causa disso. A versão 4.0 do IE era superior ao equivalente Netscape, e este além disso possuia certos problemas de código.

      Mais tarde, na Europa, querem processar a M$ porque todo mundo está acostumado com o IE por ele vir junto com o Windows (algo que era pra estar resolvido) e por que ninguém tem vontade de usar outros navegadores, mesmo sendo consenso geral que: 1- O IE é uma droga e 2- O Firefox é o melhor.

      “Bom para os Europeus”

      Quantas vezes… Só sou contra o exagero de certos processos deles.

  7. Knux disse:

    Tem uma frase que eu costumo repetir:
    O primeiro passo para a sabedoria é a admissão: “eu não sei”

    O Luke acaba de me fazer criar uma variante:
    O primeiro passo para a ignorância é a arrogância.

    Nunca vi falar tanta besteira sem nem pesquisar… Essa do processo nos EUA por abuso de monopólio da MS é só uma pequena prova…

    • Lucas (luke) disse:

      Ó Sábio e poderoso Knux! Por favor ilumine-me com a minha sabedoria!

      São muito engraçadas, essas suas presunções.

      Se você está tão à minha frente assim, já percebeu que estamos tendo uma rinha sem sentido por causa de uma gargalhada? Uma opinião? Que ela nem foi direcionada a você?

    • Lucas (luke) disse:

      Sabe, eu nunca disse que era superior nem nada. Só opinei.

  8.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.