ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Descobridor da técnica diz que levará tempo até a Apple responder a ela, pois explora elementos fundamentais da estrutura do sistema operacional que não podem ser mudados com uma simples correção de segurança.

 

“Fãs dos computadores Apple geralmente se vangloriam da segurança superior do Mac. Mas, à medida que o Mac tem ganho popularidade nos últimos anos, está chamando bem mais a atenção dos hackers. Em apresentação marcada para hoje na conferência sobre segurança em computadores Black Hat DC, em Washington, um especialista em segurança vai revelar uma técnica para atacar o sistema operacional Mac OS X sem deixar rastros”, informa Erica Naone em artigo publicado no Technology Review.

Segundo ela, máquinas Windows e Linux vêm sendo atacadas há anos por técnicas similares que permitem ao hacker cobrir seus rastros e eliminar evidências passíveis de ser usadas em investigações que comprovem o comprometimento da máquina. Mas usar a mesma técnica em um Mac requer uma abordagem significativamente mais sofisticada, diz ela.

“Vincenzo Iozzo, estudante da escola politécnica de Milão, na Itália, explica que a técnica permite a um atacante invadir a máquina sem deixar traços em sua memória permanente, significando que a evidência do ataque desaparecerá tão logo o computador da vítima seja desligado”, relata Naone.

No caso do Mac OS X, contudo, é mais difícil para o atacante saber onde o código malicioso deve ser colocado graças a um recurso de segurança do sistema que aleatoriamente aloca na memória as variáveis de que o atacante necessitaria para manter o ataque despercebido, explica Naone. No entanto, diz ela, Iozzo descobriu um meio de antecipar onde as variáveis devem ser armazenadas baseado em pedaços de informação que permanecem inalterados.

“Iozzo diz que levará tempo até que a Apple responda a essa técnica, pois ela explora elementos fundamentais da estrutura do sistema operacional que não podem ser mudados com uma simples correção de segurança. Ele diz que isso pode requerer um upgrade maior, tal como a introdução de uma nova versão do Mac OS X, chamada Snow Leopard (…). Nesse meio tempo, Iozzo diz que o usuário pode proteger-se mantendo seu sistema atualizado com quaisquer atualizações de segurança lançadas para o Mac OS X”, diz Naone.

Mas a técnica poderá em breve representar ameaça para outro tipo de aparelho, aponta Naone. “Iozzo diz estar atualmente trabalhando com outro pesquisador de segurança para estender a técnica ao iPhone”.

Mais detalhes no artigo completo de Naone.

Tags:, , , , , , , ,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

3 comentários para “Segurança do Mac pode ser ameaçada por nova técnica sofisticada”
  1. Ipso Facto disse:

    Parece interessante. Mas não é nada com que tenhamos que nos preocupar no momento. Na pior das hipóteses, é algo que vai ajudar a Apple a melhorar ainda mais a já bem robusta segurança do Mac OS X.

    A propósito, o Snow Leopard está programado para chegar em meados deste ano. É tempo suficiente para a Apple promover as alterações necessárias.

  2. Caio Costa disse:

    Escrever em locais aleatórios na memória? Que eu sabia, pra fazer essas coisas você precisa ser root. Pegar root em um sistema Unix, aí que eu quero ver.

  3. Eu cá não me preocupo também. Até agora, imensas pens entram com vírus no meu MACbookPro e este nada acusa.Para mim a verdadeira diferença é que os utilizadores do Windows instalam antí-vírus e o que eu tenho instalado nos meus 2 Macs portáteis é SEGURANÇA.

  4.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.
Get Adobe Flash player