ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Programa “Made for iPod” já beneficiou imensamente a plataforma iPod e os desenvolvedores independentes de produtos para o tocador ao requerer a manutenção do padrão de qualidade Apple.

 

“Embora ela ataque o DRM na música, a Apple continua a adicionar mais DRM em seu hardware (…). O último exemplo é o novo iPod Shuffle [sic]. De acordo com os cuidadosos avaliadores do iLounge, os fabricantes de fones de ouvido para iPod terão que usar mais um ‘chip de autenticação’ da Apple se quiserem produzir um para o novo Shuffle [sic]”, escreve Fred von Lohmann em artigo publicado no site da Electronic Frontier Foundation (EFF).

Citando trecho do artigo do iLounge em que o avaliador expressa seu inconformismo pela exigência do chip de autenticação — “estamos entrando num mundo no qual a Apple controla e taxa literalmente cada componente que se quer usar com um iPod, dos fones aos carregadores, elevando seus preços, forçando o consumidor a recomprar ítens qua já tem enquanto promove apenas melhorias marginais em sua funcionalidade?” —, von Lohmann conclui:

“Por que tantas avaliações já feitas sobre os iPods falham em notar a proliferação desses ‘chips de autenticação’ da Apple? Se fosse a Microsoft exigindo que os periféricos incluíssem ‘chips de autenticação’ da Microsoft para que funcionassem com o Windows (ou Toyota ou Ford fazendo o mesmo para as peças de reposição), acho que os avaliadores estariam gritando sobre isso”, pondera von Lohmann.

Leia mais no artigo completo de von Lohmann.

A indagação de von Lohmann pode ser respondida no fato de que a exigência de chips de autenticação por parte da Apple serve para garantir que os acessórios “Made for iPod” produzidos por terceiros atinjam o elevado padrão de qualidade e desempenho estabelecido pela Apple.

O novo iPod shuffle foi desenhado para não ter controles próprios (volume, tocar, parar, pausar, voltar, avançar, etc.), portanto tais funções têm que controladas de alguma forma alternativa, como por meio de um controle nos fones. Uma vez que eles precisam extrapolar suas funções normais — também têm que controlar o iPod —, precisam ser cuidadosamente certificados para que se assegure o correto funcionamento de todas as funções e a satisfação do usuário. É função do programa Made for iPod fazer essa certificação.

O programa Made for iPod já beneficiou imensamente a plataforma e os desenvolvedores independentes de produtos para o tocador. Jeremy Horwitz, autor da avaliação crítica publicada pelo iLounge e citada por von Lohamnn, foi ele próprio um dos que saudou o programa nove dias após o anúncio de seu lançamento. Em 30 de janeiro de 2005 ele escreveu: “Embora o iLounge seja uma fonte independente de informações sobre o iPod não afiliada à Apple Computer, apoiamos editorialmente o programa Made for iPod enquanto houver garantias de que se possa fazer testes apropriados para o consumidor de acessórios eletrônicos para o iPod, bem como informaremos nosso leitor do status Made for iPod de novos acessórios para iPod que avaliarmos”.

Peter Burrows, jornalista a serviço da revista BusinessWeek, publicou em 27 de janeiro de 2005: “Fabricantes de acessórios ouvidos sobre o plano da Apple dizem que ele ajudará mais do que prejudicará. Embora nenhum deles tenha revelado detalhes, o Made for iPod é essencialmente uma maneira de assegurar que qualquer acessório eletrônico funcione adequadamente com o iPod. (…) Os que concordarem em seguir as especificações técnicas da Apple poderão incluir um logo ‘Made for iPod’ em suas embalagens. (…) A maioria dos fabricantes de acessórios dizem que a [pequena] taxa de royalties vale a pena, dados os milhões que a Apple derrama na promoção do iPod. ‘Não há nada nisso que ameace nosso modelo de negócio’, disse Brian van Harlingen, gerente-sênior de tecnologia da firma de eletrônicos de consumo Belkin, um dos maiores fabricantes de acessórios para iPod”.

 

Tags:
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

3 comentários para “Por que o novo iPod shuffle requer chip de autenticação para fones de ouvido”
  1. Ipso Facto disse:

    Não é impressionante como tem gente incapaz de enxergar um palmo adiante do próprio nariz?

    O programa Made for iPod já existe há quatro anos e, até agora, há quem ainda não tenha entendido sua real intenção. Se von Lohmann e Jeremy Horwitz fossem brasileiros, eu diria que são afiliados ao PCdoB, adepto da surrada ladainha arcaica do proletariado indefeso maquiavelicamente explorado e oprimido pela satânica burguesia. Supor que a intenção da Apple seja a mera exploração financeira do ecossistema eletrônico que orbita o iPod exercendo sobre ele um controle sádico e prepotente é um desvairio típico de quem ainda acredita na eficácia da cartilha marxista-leninista-comunista-anarquista-arcaísta conforme interpretada pelos setores mais míopes das esquerdas brasileiras.

    Triste… 🙁

  2. Knux disse:

    Concordo que o programa made for ipod existe há anos… como docks, os produtos da nike, etc.

    mas para fone de ouvidos eu achei exagero… poderiam ter feito como o fone do iphone, que tem um controle (bem mais rudimentar) embutido, mas com um conector um pouco mais comprido… de maneira que há um layer a mais para o controle sem aniquilar a compatibilidade com outros fones… um shuffle (vamos parar com essa estória de sic, por favor) poderia ter apenas um botão de liga/desliga para quem usar outros fones…

    eu consigo imaginar a irritação de quem comprou nas lojas da apple um caríssimo fone bose ao ver que ele é incompatível com o shuffle… e também só consigo imaginar quanto um fone bose compatível apenas com o shuffle vai custar…

    resumindo… não sou contra o programa made for ipod, sou contra incluir fones de ouvidos nesse programa, sendo que a viabilidade técnica da alternativa já foi demonstrada nos headsets do iphone…

  3. Knux escreveu:

    um shuffle (vamos parar com essa estória de sic, por favor)

    Não pararemos de destacar erros na transcrição dos nomes dos produtos Apple por parte dos autores dos artigos que resumimos sempre que os encontrarmos. Cremos que, ao dirigir-se a grandes audiências, um autor tem a obrigação de ser o mais correto e preciso possível, inclusive ao copiar os nomes dos produtos aos quais se refere. Se ele é displicente com esses detalhes julgando-os de pouca importância, pode estar sendo com muitos outros. Para nós, os nomes dos produtos Apple (e os de qualquer outro fabricante) não são um detalhe irrelevante.

  4.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.