ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Nos últimos cinco anos as ações da Apple subiram mais de 700%, graças às vendas de iPods, iPhones e laptops. Enquanto isso, as da Microsoft perderam mais de um quarto de seu valor.

 

“Apesar dos recentes comerciais anti-Apple da Microsoft, a fabricante do iPhone ainda é a dona do troféu da astúcia. Que azar! Steve Jobs, diretor-executivo da Apple, parece estar tentado engajar-se numa guerra pública de marketing com o mundo PC há três décadas. E agora que a Microsoft parece finalmente ter encontrado as pedras para dar-lhe a batalha que ele queria, Jobs está em licença médica. É isso mesmo. Os últimos comerciais da Microsoft — estrelando uma atriz ruiva chamada Lauren dirigindo um Volkswagen e um sujeito com nome italiano que pensa que entende de tecnologia — pelo menos alcançaram o nível dos da Apple. O problema é que a abordagem parece realmente estúpida para quem não está em desvantagem. Onde quer que Jobs esteja agora, ele deve estar dando risada”, diz Brian Caulfield em artigo publicado no site da revista Forbes.

Ele comenta que, desde quando a agência de publicidade ChiatDay lançou o comercial “1984”, no qual o primeiro Macintosh atirou uma marreta na imagem do PC, Jobs vem formando uma narrativa heróica de si mesmo às custas de seus rivais.

“Funcionou. Nos últimos cinco anos as ações da Apple subiram mais de 700%, graças às vendas de iPods, iPhones e laptops. Enquanto isso, as da Microsoft perderam mais de um quarto de seu valor. Melhor ainda: parece que Jobs conseguiu enquadrar bem seu oponente. Em Steve Ballmer, chefe da Microsoft, Jobs encontrou um alvo que não resiste a um revide. (…) Quanto mais a Microsoft ataca a Apple, mais reforça a narrativa traçada por Jobs. (…) Para a sorte da Microsoft, Jobs está em licença médica até o fim de junho (salvo alguma surpresa, e com Jobs nunca se sabe). E a Apple, na ausência dele, pode não ter vontade de continuar com essa briga. Os últimos comerciais da Apple mostraram seus laptops como os mais ecológicos. Uma pena, realmente, pois, com o paradeiro de Jobs desconhecido, a Apple pode não mais ser o que já foi: a mais maldosa”, pondera Caulfield.

Leia mais no artigo completo de Caulfield.

Tags:,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

3 comentários para “Jobs deve estar rindo da propaganda anti-Apple da Microsoft, diz Forbes”
  1. Ipso Facto disse:

    A Apple não é nem nunca foi “a mais maldosa”. A Apple simplesmente sempre foi a mais honesta. Ela coloca as coisas como realmente são e isso a Microsoft não gosta de ouvir. Não é preciso que Jobs esteja na empresa para que a TBWA\Chiat\Day possa dar uma fácil resposta à fraca campanha masoquista da Microsoft — como se fosse preciso dar alguma resposta. A Apple e Jobs podem simplesmente contentar-se em deixar que a Microsoft continue cavando o próprio buraco.

  2. Knux disse:

    uma chamada mais explosiva para essa notícia seria
    steve jobs está se revirando no túmulo…

    obrigado, obrigado… toda terça estarei aqui, dê uma gorjeta ao garçom.

  3. Yury Cassini disse:

    Muito legal, gostei uma bela fonte!!!

  4.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.
Get Adobe Flash player