ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

“Tal como Jesus, a história de Jobs teve um início humilde, uma ascenção meteórica, uma queda vertiginosa e uma ressurreição retumbante”.

 

“Em 1997 a Apple estava à beira da falência. Dez anos depois, em 2008, tinha US$ 24 bilhões em vendas e valor total de mercado de US$ 108 bilhões — mais que o de McDonald’s, Merck e Goldman Sachs”, observa Nico Carbellano em artigo publicado no Minyanville.

Ele diz que a “culpa” por tal ressurreição espetacular é toda de Steve Jobs, homem que seus fãs já compararam a Odisseus, Krishna e Jesus Cristo. “Tal como Jesus, a história de Jobs teve um início humilde, uma ascenção meteórica, uma queda repugnante vertiginosa e uma ressurreição retumbante”.

Em 1976, aos 21 anos, Jobs e Steve Wozniak fundaram a Apple na garagem da casa dos pais de Jobs, no espaço ocupado pelo ônibus Volkswagen que teve que vender para financiar o projeto do computador Apple I, lembra Carbellano. “Porém, aos 25 anos Jobs valia US$ 200 milhões. Aos 30 — graças a seu famoso estilo errático de gerenciamento —, foi sumariamente forçado a sair da empresa que ele mesmo construiu. Na década após sua partida (entre 1985 e 1996) a Apple perdeu mercado constantemente e teve prejuízos bilionários. Em desespero, Gil Amelio, então CEO da Apple, saiu à compra da NeXT, empresa de computadores que Jobs fundou após sua saída da Apple”.

“Amélio foi incomumente direto sobre seus motivos para a aquisição: ‘Não estou comprando [a NeXT]. Estou comprando Steve'”, conta Carbellano.

Leia mais, incluindo retrospectiva da trajetória da Apple desde o retorno de Jobs, no artigo completo de Carbellano.

Tags:, , ,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

4 comentários para “Gil Amelio: ‘Não estou comprando a NeXT, estou comprando Steve Jobs’”
  1. Jonathan disse:

    Comparar Steve Jobs com Jesus Cristo foi forte. As vezes fãs da Apple conseguem ser bem exagerados. #FAIL

  2. Fernando Valente disse:

    ““Em 1997 a Apple estava à beira da falência. Dez anos depois, em 2008, tinha US$ 24 bilhões em vendas ”

    Não seriam 11 anos?

  3. A palavra “sickening” que você traduziu como “repugnante” não faz a frase soar bem em português como soa em inglês. Repugnante geralmente cabe onde está “disgusting”. Sickening, neste contexto, ficaria melhor como “vertiginosa”, deixando a frase original assim: “Tal como Jesus, a história de Jobs teve um início humilde, uma ascenção meteórica, uma queda vertiginosa e uma ressurreição retumbante”.
    Realmente é forte comparar o cara com Jesus, bem como com Darth Vader (na última superinteressante). Mas sem dúvida o cara é gênio, e sua história evoca o arquétipo do Herói, de onde vejo que sua popularidade bebe mais desbragadamente,

  4.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.