ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

RIM só ultrapassou a Apple em vendas de smartphones no trimestre passado porque deu um BlackBerry de graça a quem pagou por outro. Mas recente pesquisa mostra que iPhone vence o BlackBerry em quase todos os quesitos.

 

“Segundo recente relatório da NPD, o [smartphone] BlackBerry ultrapassou o iPhone em vendas unitárias no primeiro trimestre de 2009. A RIM [fabricante do BlackBerry] tem promovido uma agressiva campanha pague-um-leve-dois nos EUA e suas vendas aumentaram em 15% no primeiro trimestre, embora presumivelmente em margens de hardware menores que o normal”, diz Seb Janacek em artigo publicado no Silicon.com.

Para Janacek, era de se esperar que a notícia atiçasse os “catastrofistas” de plantão para que começassem a prever a morte do iPhone ou bobagens similares, convocando a Apple a responder imediatamente oferecendo uma leva de novos modelos.

“Supondo que ela realmente precisasse disso, o que a Apple poderia fazer para aumentar as vendas do iPhone? As duas respostas mais óbvias são expandir o portfolio do iPhone e terminar a exclusividade com operadoras”, pondera ele.

Mas, mesmo sem isso, o iPhone vai muito bem, obrigado. “O iPhone ficou em primeiro lugar numa pesquisa da J D Power divulgada semana passada, dominando todas as categorias — design, facilidade de uso, recursos, sistema operacional, aspectos da bateria e satisfação geral — exceto uma. Muitos usuários do iPhone não se surpreenderão sabendo que ele ficou em último em desempenho da bateria. Em contraste, o BlackBerry da RIM — concorrente contra o qual o iPhone é mais costumeiramente comparado — ficou em primeiro nesse quesito, mas se saiu mal nas demais categorias”, conta Janacek.

Ele lembra da possibilidade de que a Apple anuncie novo hardware do iPhone neste meio de ano, mas não acha que a empresa diversificará a gama de opções do aparelho por enquanto. “Por quê? Porque não precisa. As vendas do iPhone estão muito fortes no momento (3,8 milhões de unidades no último trimestre) e, de acordo com um velho ditado, ‘em time que está ganhando não se mexe'”.

Para Janacek, uma outra opção que a Apple poderia considerar para vender mais iPhones é extinguir a política de uma operadora exclusiva por país. “Não estou convencido de que a Apple mudará esse modelo ou mesmo de que precise fazê-lo. Com seus acordos de exclusividade, a Apple pode sustentar altas margens de lucro com o iPhone. A empresa pode colocar as operadoras umas contra as outras em busca de um acordo melhor. Quebrar esse modelo significa perder algum poder de barganha — e, possivelmente, baixar suas margens de lucro. Não nos esqueçamos de que a Apple vai muito bem no mercado de smartphones”.

Leia mais no artigo completo de Janacek.

Tags:, ,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

2 comentários para “BlackBerry está longe de conseguir matar o iPhone, diz Silicon.com”
  1. Ipso Facto disse:

    Não se engane: a RIM só conseguiu ultrapassar a Apple em vendas de smartphones no trimestre passado porque deu um BlackBerry de graça a quem pagou por outro. Corte o número das vendas unitárias do BlackBerry no trimestre passado pela metade e então você terá o verdadeiro desempenho das vendas da RIM. A verdade é que o iPhone está matando o BlackBerry. Eis porque RIM e Verizon foram forçadas a dar BlackBerries de graça.

    A Apple não precisa se rebaixar a tanto para tornar seu produto um sucesso de vendas. As pessoas realmente querem o iPhone e pagarão por ele.

    E, para quem se queixa da baixa autonomia da bateria do iPhone, sempre há a opção de usar baterias externas. Assim, o BlackBerry vai perder até nesse quesito, sem contar que o iPhone, além de tudo, é mais fino.

  2. Knux disse:

    não se esqueça também que uma nova versão do iphone é esperada e que ninguém esperto vai comprar um iphone novo agora.

  3.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.