ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Grupo conservacionista lutava para impedir a demolição do imóvel de 1935, visto por ele como um “tesouro nacional”. Jobs quer substituí-lo por edificação menor e mais ecologicamente correta.

 

“Em audiência pública na noite desta terça-feira [12], o conselho municipal de Woodside, Califórnia — uma das cidades mais ricas dos EUA — aprovou por 6 votos a 1 a controversa autorização de demolição que permite a Steve Jobs, CEO da Apple, derrubar a mansão em estilo colonial espanhol de 1600 metros quadrados e substituí-la por uma residência menor e mais ecologicamente correta”, informa Philip Elmer-DeWitt em artigo publicado no site da revista Fortune.

Ele lembra que Jobs comprou o imóvel conhecido como Jackling House em 1984 — ano do lançamento do computador Macintosh original — e morou nele por 10 anos antes de se mudar para Palo Alto. “Uma autorização para demolição anterior havia sido concedida a ele em 2004 pelo conselho municipal, mas um grupo chamado Uphold Our Heritage havia conseguido impedir a demolição, que via a estrutura abandonada — construída em 1935 [pelo arquiteto e pintor americano] George Washington Smith em seu estilo Santa Barbara para o magnata da mineração Daniel C. Jackling — como um tesouro nacional”.

Leia mais no artigo completo de Elmer-DeWitt.

“Clotilde Luce, presidente do Uphold Our Heritage e ex-moradora da casa, descreveu o edifício como ‘possivelmente mais interessante’ que o trabalho de Smith em Santa Barbara porque o tamanho maior do terreno deu ao arquiteto mais liberdade”, comenta Jessica Bernstein-Wax em artigo publicado no site do jornal The San Jose Mercury News.

Ela conta que, perguntada pelo The Daily News se seu grupo planejava entrar na Justiça contra a demolição, Luce respondeu: “Já o fizemos e ganhamos. Eu queria que (o conselho) tivesse prestado atenção à lei”.

Leia mais no artigo completo de Bernstein-Wax.

Veja fotos do exterior e do interior da mansão abandonada neste artigo do AppleInsider.

Tags:,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

Comentários não são permitidos.

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.