ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Inexistência de ameaças contra a plataforma da Apple é prova da eficácia do constante trabalho de blindagem realizado pela empresa em seu sistema operacional.

 

“A plataforma Mac é mais segura que a Windows e continuará sendo”, diz David Morgenstern em artigo para o eWeek.com. “Certamente, todos podemos concordar que o usuário de Mac odeia o Windows. Por outro lado, muitos usuários de Windows odeiam o Macintosh e, mais ainda, os usuários de Mac. E também aqueles comerciais do Mac”, referindo-se aos filmes da campanha Get a Mac.

Segundo Morgenstern, a plataforma Mac é melhor que a Windows no que diz respeito a segurança e ataques de malware. “Dê uma olhada nas ameaças relacionadas na Wild List. Em março, o grupo registrou 766 vírus diferentes, com um grupo adicional trazendo o total de 1709 ítens. Nenhum para Mac. Pesquisando a palavra ‘macintosh’ no banco de dados de virus da empresa de segurança F-Secure resulta em um total de 24 ítens, a maioria deles são vírus de macro para o Word e cinco eram alarmes falsos.”

Baseado nisso, diz ele, seria preciso haver muitos ataques para arranhar a reputação de seguro do Macintosh e desafiar o atual recorde detido pelo ambiente PC. “No entanto, pelos meus cálculos quanto à base instalada de cada plataforma, deveria haver muito mais ameaças ao Mac. Dependendo de como se calcula o número — 2%, 3% ou 5% do mercado —, não deveria haver percentual correspondente de virus para Mac nessas listas?”.

Morgenstern lembra que há quem defenda a tese de que o número de usuários de Mac — aqueles que realmente fazem compras ou lêem conteúdo online — é maior que o obtido pela mera análise das vendas de computadores Macintosh ou por estimativa baseada em toda a base instalada de PCs. “Basicamente, isso significa haver evidências de que os usuários de Mac não estão sendo corretamente contados. (…) Também, não é o caso de estarem se escondendo na web. Eles estão expostos da mesma forma que os usuários de Windows.”

Segundo Morgenstern, de acordo com Glenn Fleishman, analista de segurança em redes sem fio, a Apple merece o crédito por não deixar que seus usuários sejam alvo de ameaças. “Fleishman disse que, se por um lado tem havido demonstrações de códigos maliciosos para o Mac, por outro é muito difícil levar a efeito um ataque bem sucedido em larga escala. ‘Ninguém apareceu com um bom vetor para disseminar infecções no Mac; isso é o que frustra alguns’, disse ele. ‘Mesmo que alguém apareça com o melhor código de exploração de vulnerabilidade em redes Wi-Fi do mundo e consiga assumir o controle de 100 Macs com privilégios de usuário root, não conseguirá disseminar exponencialmente ou mesmo aritmeticamente uma praga. Não poderá nem mesmo adicionar mais um’, disse ele.”

Morgenstern acredita haver outra razão que explica o fantástico recorde de segurança conquistado pelo Mac, que vai além de fatores técnicos ou da segurança baseada em uma suposta “obscuridade”. “A proteção é cultural. É essa lendária ‘forte’ base instalada de leais usuários. (…) Considere o seguinte: o Mac é a plataforma de computador mais homogênea do mundo. Isso deveria fazer dela a mais vulnerável. Ao invés, tem o mais sólido recorde de imunidade a ameaças. Certamente, esse recorde continuará.”

Mais detalhes no altamente recomendável artigo completo de Morgenstern.

Tags:, ,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

Um comentário para “Plataforma Mac é e continuará sendo mais segura que Windows, diz eWeek”
  1. Há mais alguns fatores que precisam ser considerados.

    A maioria dos usuários de Mac usam ou já usaram PCs/Windows (no trabalho, na escola ou mesmo em casa — aqui na redação do AppleMania há um PC/Windows XP usado para testes e parte do trabalho rotineiro), por isso pode comparar as plataformas e dizer por si mesma de qual gosta mais, qualquer que seja o motivo. Não foi por acaso que escolheu o Macintosh: ele oferece muitos motivos para ser o escolhido de quem efetivamente experimenta ambas as opções.

    A maioria dos usuários de Windows que “odeia” o Mac e/ou seus usuários, por sua vez, nunca usou seriamente um Mac — não importa se porque não pôde ou não quis —, portanto não sabe o que está perdendo. Tudo o que sabe é que não escolheu o Windows, o Windows é que a escolheu. Ela não gosta que lhe diga que desperdiçou seu dinheiro, seu tempo e seu esforço com a plataforma errada e que está usando um sistema operacional inferior — o que não torna esse fato menos verdadeiro.

    Não odeie o Mac e/ou seus usuários por expor-lhe os fatos. Que fatos? Que o Mac (hardware e software) é mais seguro, intuitivo, fácil de usar, elegante e atraente. Que seus custos de propriedade (quanto custa manter um Mac), manutenção (Macs dão menos defeito) e obsolescência (Macs duram mais que PCs) são menores.

    Conselho ao usuário exclusivo de Windows: use um Mac. Mas não só por uns minutinhos na casa de alguém ou em uma loja. Use-o para suas tarefas rotineiras e por um período considerável de tempo — semanas, meses. Então, e somente então, você será capaz de fazer uma escolha realmente abalizada. Sentimo-nos tão seguros quanto ao resultado de sua experiência em um Mac que desafiamos você a fazer essa experiência sem medo de que volte aqui dizendo “não gostei”.

    Por fim, queremos repetir o que temos dito ad infinitum em todas as oportunidades possíveis: se a base instalada de computadores ditasse o número de vírus, pela lógica deveria haver de 10% a 16% de vírus para Mac. Mas há 0% (zero porcento). Nenhum! Nada! Esse fato desmonta o argumento da “segurança pela obscuridade”. O número de mais de 22 milhões de Macs em uso não pode ser considerado “obscuro”, bem como o fato de que há mais de seis anos o usuário navega despreocupadamente pela Internet sem que nunca tenha havido um único caso relatado e comprovado de ataque bem sucedido a uma máquina Macintosh com Mac OS X. Isso se chama segurança e é atribuída não à obscuridade, e sim à maior qualidade. Como diz o velho ditado, contra fatos não há argumentos.

  2.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.