ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Recursos úteis em aeroportos e viagens de avião, como trocar e-mails e mensagens instantâneas e assistir TV online, são vorazes devoradores de bateria no aparelho da Palm, atesta colunista do site. “Viajar com o Pre fez-me querer meu iPhone de volta”.

 

“O novo celular da Palm é ótimo para manter você conectado em movimento, mas não se pode utilizar recursos da computação em nuvem quando estiver fisicamente nas nuvens. Também não se pode jogar, pois realmente não há jogos para o Pre. Na verdade, o Pre não oferece muito em termos de diversão (a menos que seu conceito de diversão seja ficar gorjeando a falta de aplicações na loja da Palm)”, diz Jon Stokes em artigo publicado no Ars Technica.

Ele conta ter gasto muitas horas na companhia do novo smartphone da Palm em aeroportos e aviões, por isso assume ter autoridade para falar sobre como é ter que viajar com o Pre. “Descobri que o Pre é um companheiro de viagem deveras maçante, do qual você se cansa com facilidade. A primeira coisa que se nota ao fazer uma viagem aérea com o Pre é que os aeroportos são locais bem mais amigáveis ao iPhone. Você não percebe quantas lojas e máquinas eletrônicas de venda oferecem acessórios, carregadores, extensores de bateria, altofalantes externos etc., para iPhone até entrar para o time dos sem iPhone. Por isso, viajando com o Pre, você precisa levar seu carregador o tempo todo; se o esquecer em algum lugar, não espere encontrar opções alternativas ao entrar numa loja”.

Stokes acha que a Palm deve resolver urgentemente o problema da falta de aplicações para o Pre em sua loja online. “Comparada à loja iTunes da Apple, com suas dezenas de milhares de aplicações para diversão e entretenimento, o App Catalog da Palm é uma árida terra de ninguém com apenas 30 títulos atualmente em oferta”.

Quanto à capacidade do aparelho de enviar e-mails e mensagens de texto, Stokes diz que o usuário precisa ter cuidado com a quantidade de mensagens enviada mesmo ainda estando em terra, já que o uso intenso desse recurso drena rapidamente a bateria do Pre. “Após um recarregamento que durou uma noite inteira, peguei o Pre e comecei a enviar e-mails e mensagens instantâneas durante o café da manhã. Quando apanhei a condução para voltar ao aeroporto JFK, uma hora depois, minha bateria tinha descarregado em 30%. Ai! Se você pretende enviar uma mensagem após a outra no Pre, certifique-se de ter acesso a uma tomada de energia”.

Stokes menciona também o serviço de TV online Sprint TV, da operadora Sprint (exclusiva do Pre nos EUA), como outro recurso voraz devorador de bateria. “Estimo (não testei acuradamente) que eu poderia assistir cerca de 30 minutos de TV no Pre antes de esgotar totalmente a bateria”.

“No fim, viajar com o Pre fez-me querer meu iPhone de volta, pois, embora o Pre mantenha você conectado, quando se está preso em um avião você vai querer assistir TV ou jogar Field Runners”, conclui Stokes.

Leia mais no artigo completo de Stokes.

Tags:, ,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

2 comentários para “iPhone bate Palm Pre em viagens aéreas, diz Ars Technica”
  1. Ipso Facto disse:

    [Sarcasm mode on] 30 minutos de TV? Parece realmente útil! [Sarcasm mode off]

    E isso que a Palm bate no peito ao anunciar que o Pre tem multitarefa. Multitarefa em um aparelho inadequadamente projetado para suportar o “peso” desse recurso é uma completa burrice.

    Para quem ainda não sabe: o iPhone também tem multitarefa — e desde a versão 1.0 —, só não está ativada. A Apple a ativará quando processadores e baterias puderem suportar a carga apropriadamente. Ao contrário da Palm, a Apple não é uma empresa morta que precisa impressionar a opinião pública com recursos que prometem muito e cumprem pouco.

  2. Romulo disse:

    As empresas simplesmente não param de tatear no escuro, fora ter muita gente cega… Enquanto o iPhone continua com os pés no chão enxergando muito bem…

    Um exemplo muito claro é o Android, a Google nao enchergou, ou não quer ver, não sei, nao entendo.

    Mas existe um grande potencial, não para os celulares, mas sim para os desktops e o usuário comum!

    O Android possui uma biblioteca muito rica, e a Canonical já viu isso, e está trabalhando no assunto… Tudo se resume a (programou uma vez, roda em qualquer lugar).

    Não teríamos mais problemas com bibliotecas e dependências, não teríamos mais o apt-get e recompilação muitas vezes obrigatório… Basicamente seria como no Mac OS X, onde os aplicativos são independentes e os programas antigos rodam bem em novas versões do sistema…

    Tem muita coisa a se fazer, e uma delas é ampliar os horizontes para alem do javascript, dentre outras coisas.

  3.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.