ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

…a empresa não se concentrar nele com a mesma intensidade uma vez dedicada às buscas online. Do contrário, será condenado ao ostracismo tal como o navegador Chrome.

 

“Desde quando lançou seus dois únicos produtos dominantes — buscas e AdSense —, a Google Inc. espalhou seu interesse em dúzias de outros produtos que basicamente não foram a lugar algum”, observa Henry Blodget no The Business Insider.

Segundo ele, esses outros produtos compartilham as seguintes características:

  • São promissores
  • São lançados em versão beta com grande fanfarra
  • São elogiados e celebrados
  • São deixados de lado enquanto a empresa empenha-se em brincar com o próximo brinquedinho
  • São esquecidos em seis meses

“Se a Google quiser ser bem sucedida no mais ousado de seus lançamentos até hoje, o [sistema operacional] Chrome OS, precisa concentrar-se em seu sucesso com a mesma intensidade uma vez dedicada às buscas. Do contrário, o Chrome OS vai acabar como o [navegador] Chrome: mais um projeto irrelevante usado apenas por um punhado de geeks e odiadores da Microsoft e ignorado pelo resto do universo”, comenta Blodget.

Leia mais no artigo completo de Blodget.

Tags:,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

14 comentários para “Sistema operacional Google Chrome OS pode ser um fiasco se…”
  1. Romulo disse:

    Depende de muitos outros fatores, como se por exemplo a Google não pretende entrar em um processo colaborativo comunidade/empresa, lançando seu sistema baseado em Linux. Seria uma mão na roda.

    Estamos na era da funcionalidade via internet, o navegador virou o centro da atenção de tal forma que ele é tão formidável quanto o sistema, se a google tiver interesse, sei que ela consegue criar algo muito inteligente nesse ramo de sistemas operacionais, colocando seu conhecimento sobre populações e a rede.

    Alias o Chrome conquistou muita gente para um navegador recente, ele não é um fracasso (é seguro rápido e confiável). Considerando que é um mercado quase que totalmente só para o IE e o Firefox. Onde obviamente ficou claro com o IE que não depende apenas da qualidade do produto…

  2. 01 disse:

    O que mais chama a atenção é que por mais que hoje vivemos a era da funcionalidade via internet, será muito difícil ver algo do gênero vingar em países como o Brasil, onde a internet além de capenga é amarrada a contratos de cotas mensais de banda que não suportam o uso de tais tecnologia… Serviços como Hulu, certamente não conseguem se estabelecer por aqui (pelo menos não em curto prazo) e ter um OS totalmente vinculado com a internet me faz pensar se realmente funcionaria…

    A idéia parece boa, mas difícil de vingar…

    • Romulo disse:

      Não ocorre o mesmo com o País por inteiro, as áreas cobertas pela GVT por exemplo tem acesso barato a internet de alta qualidade (como o caso da promoção de 10 megas por 59 reais). O brasil provavelmente é o país que mais rápido esta recebendo estrutura para internet de alta qualidade destinada a população dentre os países subdesenvolvidos. Apesar de outros países como a Índia e a China terem atingindo metas de crescimento econômico melhores que aqui, observa-se uma pior qualidade de vida no país, assim como subsequente queda nos usuários dispondo de internet de qualidade.

      Enfim, de qualquer forma as empresas nem consideram o mercado de países como o nosso como grande meta… Os peixes estão nos EUA Europa e países desenvolvidos da Asia…

      Outo ponto importante é uma certa falta em alguns serviços dessa nova era que sejam referentes para o povo brasileiro. E outro ponto favorável é a estema atividade do brasileiro na internet, devido aos costumes e a vida do brasileiro. Onde os brasileiros socializam interagem e desfrutam muito de serviços populares.

      Não sei se você percebeu, mas por mais capenga, a concentração da atividade em redes sociais, youtube, dentre outros faz parte dessa revolução, hoje os fóruns tem menos reclamações quanto aos sistemas, e parte do crescimento do Linux e do Firefox aqui no país e no mundo em geral se deve a essa satisfação que o usuário está tendo hoje de ter apenas a internet totalmente pratica em seus sistemas.

      Essa é a era da internet e do navegador.

    • Johnny Bravo disse:

      Meu provedor não tem cota de banda mensal. Posso consumir quanto quiser.

  3. 01 disse:

    Pois é… mas a cota de consumo estrangula o serviço de qualidade… Eu tenho cota de 20GB para uma conexão empresarial da NET aqui no meu escritório… quero dizer.. aqui é uma agência, que tem alto tráfego de dados e mês passado fui penalizado com o limite de tráfego.. E não tenho opção de ler dados “ilimitados: no mês.. isso pq o plano é empresarial…

    A telefefonica não estipula esta cota, mas tb não entrega o serviço adequado.. ou seja.. de qq forma estamos preso em uma meta de levar banda larga para o meior número de pessoas mas sem pensar no que estas pessoas vão utilizar de banda… Como posso usar o Joost, baixar videos em HD da iTunes, algumas músicas e estourar o limite? Um OS webbased só piora o cenário, seja na cota mensal, seja na largura de banda para todos…

    EUA e Europa realmente são o filão, mas com a crescente demanda de países como o nosso, é de esperar que queiram ganhar nossa audiência tb…

    • Romulo disse:

      quem disse que a GVT tem cota? diz na pagina que tem mas dês de que eu conheço a GVT, por caráter promocional não ha cotas (faz mais de 4 anos e sim, soa como piada).

      No fim das contas não vai acabar tendo cota nunca, pois a GVT tem certeza que tirar a cota vai cortar praticamente um bom numero de usuários insatisfeitos.

      Logo eu baixo o quanto quero e ao contrario de todas as outras operadoras que conheci (net e Brasil telec.) ainda ganho 1 mega de up, onde as outras oferecem de 600 a 800 k.

      Outra coisa, a GVT é impecável aqui na minha cidade, simplesmente nesses 4 anos só tive 2 momentos de necessidade de ligar para a mesma, e nas duas vezes eram problemas de atualização da rede, devido a demanda de usuários, já que a empresa cresce muito a cada ano.

      Ah, outra coisa, a promoção não me impediu de desfrutar dos meus reais 10 megas por serem muitos usuários nessa classe… Dês de que assinei, baixo os pacotes de atualização do Linux e arquivos de download a 1.3 MB.

      Estou para la de satisfeito.

    • Romulo disse:

      lembre que a proposta é para daqui a 2 anos… A dois anos atrás eu tinha internet de 1 mega…

  4. rc_pc disse:

    Como a proposta inicial são os netbooks, acredito que vai ter sucesso sim.
    O vista não pegou por ser extremamente pesado ficando o XP que já está ultrapassado.
    O Mac OS X funciona bem em alguns modelos, mas a apple não dá o menor apoio, muito pelo contrário, proibe.

  5. Daniel Carlos disse:

    Pra começar, se a google fizer isso e se empenhar em realmente fazer a coisa dar certo, veremos um império cair e outro surgir: Morte da Microsoft e Ascensão da Google… É cedo pra falar disso, é, pois pra ter o reconhecimento que a Microsoft tem (ou tinha) levou anos de muito trabalho duro e luta contra virus… Num tem um unico ser humano que use computador e não tenha ouvido falar em Microsoft Windows… A idéia é: não fazer uma “chupeta” na Microsoft roubando seu código fonte pois pode quebrar a Google, não fazer um sistema Webbased pq muitos países ficariam de fora e não fazer um sistema baseado em Linux, pois o Linux apesar de leve, estável e bonito, leva a fama de dificil de usar e com poucos programas… Seria bom se a Google fizesse como a Apple, e criasse um OS baseado em UNIX, pois teria a segurança e a estabilidade do Linux e do Mac OS X, porém sem a máscara de Linux Disfarçado… Seria a ultima pá de terra no caixão da Microsoft…

    • Romulo disse:

      Ah? um sistema novo só iria requerer uma nova leva de programas em código novo (a Google ia começar do zero sem nada e com fama tao pior quanto o Linux). Basear o sistema no Linux sera uma jogada muito positiva pois já haveria um universo praticamente completo esperando para ser melhorado, a Google somente precisa basear o seu sistema em um Kernel especifico se for o caso ou seguir como a família Linux em vários Kerneis.

      google não é obrigada a nomea-lo Linux alguma coisa, muita gente não faz nem ideia de que o Android e o WebOS sejam baseados em Linux… E de resto é exatamente o que você falou, apenas fama… Consegui ensinar a minha mãe que não entende nada, nem sabia o que era sistema, a mexer no Linux. E hoje ela vive muito feliz com o seu netbook rodando Ubuntu net. remix. E é exatamente nesse meio que a fama reside, no meio dos que apenas ouvem falar do Linux, e logo nem saberiam que o Chrome OS seria Linux like.

      Se a Google quiser ir nesses dois anos lançar algo completamente novo, bom, mais dificuldade para ela, agora tudo indica que a Google esta indo para o Linux pois ela já tem o Android de base , muito provavelmente sera um sistema grátis e sera lançado muito rápido (2 anos).

      Não ha nenhuma locura ai… A RedHat lucra muito bem em cimo do Linux para servidores já, e olha que ela não tem o poder da Google.

    • Romulo disse:

      bom temos confirmado no blog oficial do google que o sistema será baseado no linux, com um gerenciador de janelas totalmente novo, e pretende ser um projeto simples destinado aos netbooks.

      A verdade é que a empresa tem dinheiro para forçar fabricantes a vender seus netbooks com o Chrome OS. E é isso que se espera que ela faça. Logo as chances de crescimento do Chrome OS parecem promissoras, já que o sistema seria o único ideal para dar suporte ao nicho. Vamos ver como a Google resolve os problemas.

      existem outros pontos em que a google domina… E o Youtube? Não continua abocanhando mais de 50 por cento do mercado de vídeos online? E o Gmail, é um dos mais relevantes serviços de e-mail no mercado, sem contar sua qualidade.

      Se fossem produtos pagos seriam como qualquer outro no mar de serviços do gênero. E não venha dizer que não rendem dividendos. O youtube deve render uma pá em propaganda e o Gmail tem sua parcela em propagandas no gerenciador online. Como se o custo de manter os servidores desses serviços fosse tão absurdo. Ou vocês acham que a pesquisa é a única coisa que rende lucro a empresa que tem um lucro parecido com o da Apple?

  6. Romulo disse:

    o problema é que o usuário brasileiro se contenta com pouco… Eu cortei a Brasil Telecom a muito tempo, e vivo recebendo propostas da net e da Bras. Tel.

    Deixo bem claro sempre que recebo essas ligações, de que estou satisfeito com a GVT e de que esta mais do que óbvio a diferença de qualidade entre as 3 empresas.

    Agora, pego como exemplo muitos parentes meus que teimam em continuar com suas empresas falhadas de comunicação, que cobram caro e fornecem serviço falhado.

  7. Tio Deive disse:

    Eu só não compreendo como e por que a GVT não vem para São Paulo, sendo este mercado tão grande e tão mal atendido. Eles só estão no corporativo, mas o usuário doméstico sofre sem opção, pagando preços ridiculamente altos e recebendo um serviço que é uma exploração! Quem ou o que impede a GVT de chegar até aqui?

    • Romulo disse:

      Olha, pode haver n motivos, se fosse pela GVT acredito que ter maior área de abrangência seria lucro.

      Porem, a GVT devido a seu nível de qualidade, e porte pequeno, pode estar restrita a uma pequena área que consegue suprir bem com o seu poder econômico (infra estrutura rede etc), no caso deve estar a fornecer rede de qualidade para as empresas, porem não tem uma estrutura conveniente para abarcar com a mesma facilidade, os usuários comuns. A GVT é conhecida pela premiação de melhor empresa de telecomunicações… Em geral ela fornece o que você contrata (a velocidade e o ping são excelentes). E depois de alguns testes conferi que também não ha TS na rede pelo menos aqui em casa. Creio que seja valido para todo o estado.

      Outros motivos os quais não consigo achar um argumento forte,podem ser contratos com outras operadoras, dificuldades por n motivos encontrados em SP, até mesmo resistência em cooperação do estado.

      Não é apenas a GVT, uma empresa pequena, que não entra no estado, a gigante OI (leia-se agora também Bras. Tel.) aparentemente não atua apenas em SP.

  8.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.
Get Adobe Flash player