ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Microsoft evita comparar Windows com Mac OS por saber que não tem como competir. Por isso, o preço na etiqueta do hardware é tudo que lhe resta. Ballmer sabe que, se você der às pessoas o Windows e o Mac OS para usar, elas indubitavelmente terminarão escolhendo o Mac.

 

Para contextualizar o assunto abordado pelo autor, sugere-se a leitura preliminar do artigo O que o CEO da Microsoft faz diante de platéia cheia de Macs.

Por STEVEJACK

[A crença de que é possível haver grande inovação em hardware mesmo quando produzido por empresas distintas das que fazem software] é exatamente o que Ballmer quer que seus investidores e clientes façam: concentrar-se somente em hardware, não no sistema operacional, o qual, aliás, é o que a Microsoft faz, e não hardware. Essa foi uma das mais débeis tentativas da Microsoft de congelar o mercado feitas recentemente. Será que ele realmente quer que acreditemos que, com a exígua margem de lucro (ou falta dela) dos netbooks, Dell e turma estão construindo fábricas só para produzir laptops monobloco ultrafinos de alumínio sólido como faz a Apple? Por favor!

Então alguém pode perguntar por que Ballmer não diz simplesmente: “Ei, a Apple produz hardware de qualidade, então rodem Windows nele!”

O motivo pelo qual ele não diz tal coisa, especialmente numa sala cheia de repórteres e analistas financeiros, é que ele sabe que isso seria a morte. Se as pessoas fizessem isso — comprar atraentes Macs para rodar Windows — elas também teriam contato com o Mac OS X. Na mediocrelândia da Microsoft, isso é realmente Uma Coisa Muito Ruim®, A Pior das Coisas®.

Obviamente, como muitos de vocês já sabem em primeira mão, os usuários-sofredores do Windows que são confrontados com o Mac OS X com frequência e alegria acabam jogando o Windows fora. De fato, quem migra do Windows para o Mac acaba se tornando o melhor vendedor da Apple. Claro que Ballmer sabe de tudo isso, mas não pode dizer que sabe, por isso finge que essa coisa toda em torno do Macintosh diz respeito apenas a hardware “bacana”, como se o Monkey Boy fosse capaz de discernir o que é bacana do que não é. O discursinho de Ballmer só cola com quem realmente nunca experimentou um Mac. O resto de nós só dá risada.

É assim que a Microsoft ganha dinheiro, a única maneira com que sempre ganhou: nas costas dos ignorantes. Ignorância é a chave do sucesso da Microsoft. Basta olhar os comerciais nos quais a Microsoft promove laptops baratos, desajeitados, grossos, pesados e nada atraentes (uma das atrizes até diz não se achar legal o bastante para usar Mac) que ela sequer produz. A Microsoft simplesmente ignora o sistema operacional — a única parte do PC que ela realmente produz. A Microsoft evita a comparação Windows x Mac OS por uma razão simples: ela não tem como competir. Por isso, o preço na etiqueta é tudo que lhe resta. Ballmer, como o resto de nós, sabe que, se você der às pessoas o Windows e o Mac OS para usar, elas indubitavelmente terminarão escolhendo o Mac. Eis porque, numa sala cheia de gente informada, ele encarou uma platéia cheia de Macs com logos iluminados da Apple.

A situação, claro, explica porquê, no fim do jogo, a Microsoft vai perder e a Apple ganhar. Numa disputa cabeça-a-cabeça entre Windows e Mac OS X, o jogo já está perdido para a Microsoft. A única técnica que lhe resta é tentar manter tantas ovelhas no redil quanto possível, e no escuro. O último refúgio da Microsoft é fingir que quem compra Mac foi de alguma forma seduzido pelo reluzente logo da Apple ao invés de ter feito uma escolha tecnológica consciente, “pagar US$ 500 por um logo”, etc. Basear seu negócio em uma mentira é garantia de fracasso. Infelizmente para a Microsoft, há muitas lojas de varejo da Apple, muitos usuários satisfeitos que falam muito sobre sua satisfação e muitas salas cheias de repórteres e analistas financeiros usando Mac.

A propósito, não satisfeito em simplesmente tosquiar as ovelhas ignorantes, Ballmer prometeu estuprá-las também:

“Ballmer disse que a Microsoft errou ao vender Windows a preço baixo — Windows XP — em netbooks. Esses rodam o Windows XP e respondem por 11% do negócio da Microsoft, mas a tática da empresa de usar preço baixo para ganhar mercado contra o Linux prejudicou sua receita”, diz Gavin Clarke em artigo do The Register.

“Com o Windows 7, Ballmer prometeu que os preços subiriam e disse que a Microsoft tem uma ‘grande chance’ de convencer os usuários a pagar mais caro. Soou como se a subida de preços viesse do Windows XP em netbooks para o Windows 7 em netbooks e do Windows 7 em netbooks para o Windows Home Premium em máquinas ultrafinas. ‘Vamos reajustar para cima esses preços no Windows 7’, disse Ballmer aos analistas procurando o ponto principal, alarmado pelo impacto das vendas de netbooks no negócio da Microsoft”.

SteveJack é usuário de longa data de Macintosh, web designer, produtor de mídia e colaborador regular da coluna Opinião do site MacDailyNews. Reproduzido com permissão.

Tags:, , , ,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

6 comentários para “SteveJack: por que Steve Ballmer quer desviar a atenção do Windows”
  1. Diogo disse:

    A Microsoft nem se preocupa tanto com a Apple, se ela se preocupasse, não desenvolveria boa parte de seus principais softwares para plataforma. A grande pedra no sapato da MS é o Linux, que mesmo sendo boicotado de todas as formas pela MS, continua crescendo e hoje conta com 4,3% do mercado, já nos calcanhares do MacOS, com 5,9%.
    Aposto que até o fim do ano o Linux encosta no Mac. Pra quem acha que o Linux é difícil e só conhece o Ubuntu, apresento o Mandriva Linux, suas ferramentas são tão intuitivas ou mais do que o Windows e MacOS.

    • Johnny Bravo disse:

      Diogo, se importaria de nos dizer qual é a fonte desses números que você citou?

      Segundo a Net Applications, os resultados são bem diferentes:

      http://marketshare.hitslink.com/report.aspx?qprid=8

      Em julho o Mac OS tinha quase 5%, enquanto o Linux tinha reles 1%.

      Aliás, o Linux está empacado em 1% desde março:

      http://marketshare.hitslink.com/os-market-share.aspx?qprid=11

      Portanto, o Linux ainda tem que comer muito feijão antes de representar uma ameaça ao Mac.

    • Lukeskymac disse:

      A Microsoft está extremamente preocupada com a Apple, pois se não se preocupasse, desenvolveria boa parte de seus principais softwares para a plataforma. A grande pedra no sapato da M$ é o OS X, que mesmo sendo boicotado de quase todas as formas pela Micro$oft, continua crescendo e hoje conta com 6% mundialmente e mais de 8% nos USA.
      Aposto que até o fim do ano o Linux vai continuar empacado. E depois disso, vai… continuar empacado, porque o mercado para qual o Linux mais apela (fora nerds) é o do SO barato, que a Google vai atacar com o Chrome OS.

      Não me entenda mal: como um SO apenas o Linux humilha o Windows. Mas no final das contas, o SO pago tende a ser superior: aqueles engenheiros nos campus da Apple recebem altos salários por um motivo.

  2. MikeNeo disse:

    realmente não me importo quem realmente faça frente a MS, só me importo é que alguém faça. Infelizmente a hegemonia do windows manteve os computadores pessoais sem grandes evoluções por quase 15 anos. Graças ao MacOSX e algumas distros de Linux, os últimos 4 anos foram de saltos quânticos na qualidade dos SOs domésticos. Concorrência é bom, e faz bem tanto ao mercado quando aos consumidores. Empresas como Sony e HP já demonstraram interesse recente em desenvolver suas próprias SOs. A HP deu pra traz após ameaças da microsoft. A sony por sua vez continua o desenvolvimento da sua SO baseada no PSN. A Dell já demonstrou interesse em lançar máquinas com MacOSX instalados desde o lançamento dos macs intel.
    Eu realmente espero ver um mercado mais diversificado de SOs com mais opções e de concorrência saudável.

  3. Os comentários dos leitores Ozzy, Johnny Bravo, Zumbi dos Palmares e Caio foram apagados por conterem provocações gratuitas e ataques pessoais uns contra os outros.

  4. Ozzy disse:

    Meus comentarios foram sobre o hardware apple e sobre o preço absurdo praticado, não fiz ataques pessoais como outros leitores, fiz ataques a produtos e de forma técnica e com conhecimento de causa… Então, se possivel gostaria de uma explicação (vcs já tem meu e-mail) do porque meus posts tb foram apagados, ou é proibido falar mal de produtos da apple aqui? Só pode falar mal de pcs?

  5.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.
Get Adobe Flash player