ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Enquanto a Microsoft está atualmente focada quase inteiramente em prazos, a Apple presta mais atenção na produtividade e no acabamento do produto, diz o The New York Times.

“Na batalha entre Apple e Microsoft, Bertrand Serlet e Steven Sinofsky são os generais de campo encarregados dos esforços competitivos que asseguram que o software básico do PC permaneça relevante em um mundo cada vez mais centrado na web”, escreve John Markoff em artigo para o jornal The New York Times.

Segundo ele, os dois estão comandando seus engenheiros de software em preparação para o próximo encontro em alguma época de 2009, quando existir uma nova geração dos sistemas operacionais do Macintosh e Windows. “Seu desafio será evitar lutar novamente a última guerra — e impedir que fiquem flanqueados por novos concorrentes”.

Markoff comenta que, na opinião de muitos tecnólogos, os sistemas operacionais que hoje rodam em 750 milhões de computadores, como o Windows Vista, da Microsoft, e o Mac OS X Leopard, que será lançado em breve pela Apple, terão sua importância diminuída. “Sob esse ponto de vista, software será uma coleção modular de serviços online acessíveis por uma gama de aparelhos de mão e computadores e produzidos por empresas como Google, Yahoo e novas e ágeis empresas.”

Markoff conta que Steven Sinofsky, 41, juntou-se à Microsoft em 1989 e é hoje o vice-presidente sênior do grupo de engenharia do Windows e do Windows Live, posição assumida há um ano após dirigir a equipe de programadores do Office. Bertrand Serlet, por sua vez, é vice-presidente sênior de engenharia de software da Apple, posição que ocupa desde 2003 vindo da NeXT de Steve Jobs, à qual uniu-se no fim da década de 1980 saído do fabuloso centro de pesquisas da Xerox em Palo Alto, Califórnia, EUA.

“Com Sinofsky, a cultura é: planeja-se e segue-se o plano”, diz Steven Capps, ex-programador da Apple e da Microsoft que projetou sistemas operacionais para ambas as empresas.

Na abordagem do Sr. Sinofsky, diz Markoff, há um forte foco em prazos — objetivo crucial após o fiasco do atraso do Windows Vista —, mas com pouco espaço para flexibilidade. “Em contraste, a atmosfera dentre os engenheiros de software da Apple em sido muito mais a de improviso”.

O risco potencial na abordagem da Microsoft, diz ele, é que “eles são como pilotos de teste que não melhoram quando vêem a pista”. “Após lutar por mais de meia década com o Vista, seu mais ambicioso projeto, a Microsoft começou a trabalhar em um sucessor bem menos ambicioso sob a liderança de Sinofsky.”

Por seu lado, os programadores de Serlet planejam integrar os produtos da Apple e seus computadores pessoais cada vez mais com a Internet. “De fato, na semana passada, em uma conferência, Jobs disse que uma infusão de serviços web para usuários de Macintosh era iminente.”

Espera-se que a Apple inclua recursos de rede a sua próxima geração de iPods, diz Markoff. Além disso, o software para seu próximo grande produto, o iPhone, é baseado no núcleo do Mac OS X, o sistema operacional do Macintosh. “A abordagem esmaece ainda mais a linha entre computador e outros serviços, bem como a distinção entre o aparelho e a Internet como local onde residem programas e dados.”

Mais detalhes no artigo completo de Markoff.

 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

Comentários não são permitidos.

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.
Get Adobe Flash player