ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Empresa publica detalhado estudo de caso em que mostra como portar aplicações originalmente escritas para o iPhone para sua plataforma Windows Mobile. Analistas concordam que, sem hardware e apenas com software, será difícil para a Microsoft concorrer com a Apple.

 

“A Microsoft publicou estudo de caso detalhando como portar uma aplicação escrita para o iPhone para sua plataforma Windows Mobile [Windows Phone OS] conforme se prepara para lançar loja online para aplicações móveis para concorrer com a Apple”, diz Elizabeth Montalbano no IDG News Service.

Segundo Montalbano, artigo do Windows Blog destaca estudo de caso publicado no site Microsoft Developer Network (MSDN) contendo projeto técnico detalhado descrevendo a transposição da aplicação Amplitude para iPhone para o Windows Mobile 6.5. “O relatório foi criado pela consultoria terceirizada Crimson Consulting e pretende ser um documento útil para desenvolvedores que queiram divulgar aplicações para o Windows Mobile no Windows Marketplace da Microsoft”.

Montalbano conta que, segundo Constanze Roman, autora do artigo no blog da Microsoft, a aplicação Amplitude foi a escolhida para o projeto por ter complexas características técnicas que a tornam difícil de portar e, portanto, pode fornecer uma boa experiência de aprendizado para os desenvolvedores Windows Mobile. O Amplitude é um programa que capta sons ambientes pelo microfone do iPhone — inclusive sons inaudíveis pelo ouvido humano — e os apresenta na tela em forma de gráficos.

“Robbie Bach, presidente da divisão de entretenimento da Microsoft, reconheceu na reunião anual com analistas financeiros, semana passada, que o negócio de telefonia móvel da Microsoft, centrado em seu sistema operacional Windows Mobile e na plataforma de desenvolvimento, não se saiu bem no último ano fiscal, perdendo mercado e com modestos ganhos em unidades vendidas. A Apple continua deixando a maioria de seus concorrentes comendo poeira no espaço dos celulares e a Microsoft vem lutando há algum tempo para competir nesse mercado. Na verdade, enquanto a Microsoft e outras empresas de tecnologia continuam relatando perdas em seus negócios devido à recessão, a Apple vai bem financeiramente, principalmente devido a seu explosivo negócio do iPhone”, comenta Montalbano.

Ainda segundo ela, analistas sugerem que, a exemplo da Apple, a Microsoft deve considerar desenvolver seu próprio hardware se quiser concorrer com a fabricante do iPhone, pois apenas com sistema operacional e distribuição de aplicações a empresa de Steve Ballmer tem poucas chances nesse mercado. “Os analistas concordam que a Microsoft precisa de mais que uma loja online para expandir seu negócio móvel. Matt Rosoff, analista da Directions na Microsoft, disse recentemente que a Microsoft deve se sair bem comprando uma empresa desse mercado, o que não é totalmente improvável, já que a empresa tem guardado dinheiro ao invés de recomprar suas ações, indo contra as expectativas de analitas”.

Leia mais no artigo completo de Montalbano.

Tags:,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

3 comentários para “Microsoft quer aplicações do iPhone no Windows Mobile”
  1. Ipso Facto disse:

    Que melhor candidata a ser comprada pela Microsoft do que a Palm com seu sofrível Pre? Isso, aliás, já foi previsto antes:

    “Apesar do fato de a Microsoft estar no mercado de PDAs/smartphones há mais de uma década com seu Windows Mobile (antes Windows CE) e ter uma participação respeitável, o software da empresa está terrivelmente defasado em relação ao do iPhone, do BlackBerry e do Symbian e não há indicativo de que a Microsoft esteja fazendo grande progresso. (…) A Microsoft precisa dar um passo ousado no espaço móvel. A melhor opção para ganhar terreno rápido seria comprando a Palm. A popularizadora do PDA tem desenvolvimento móvel em sua estrutura genética, além de ter o ex-executivo da Apple John Rubinstein e o novo Palm webOS, a próxima geração da plataforma móvel que pode dar à Microsoft a oportunidade de dar um salto sobre Apple, RIM e Nokia” (Jason Hiner, 14 de abril de 2009).

    A única diferença é que o fiasco mudaria de cara: sairia a de John “O-iTunes-É-Meu” Rubinstein e entraria a de Steve “Boca-Mole” Ballmer.

  2. emersonfxbx disse:

    O problema do pre para a microsoft é que o “web os” é “Linux powered”

  3. Knux disse:

    a MS jamais utilizará o webos da palm, uma vez que o webos é um linux, com código aberto, etc e tal.

  4.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.