ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Uma nova Microsoft atacando tanto o iPhone quanto o Mac. E, ao contrário da Microsoft, com software grátis. Eis o que a Apple vê na Google.

 

“Já passou muito da hora: Eric Schmidt (CEO da Google) finalmente renunciou a seu assento no conselho de administração da Apple. Geralmente, essas renúncias são tratadas de forma suave: agradecimentos pelos serviços prestados e etc. Desta vez, porém, Steve Jobs emitiu uma nova: ‘Infelizmente, à medida que a Google entra em mais dos negócios-chave da Apple, com o Android e agora com o Chrome OS, a efetividade de Eric como conselhrio da Apple seria cada vez mais reduzida, uma vez que ele teria que se recusar a participar de porções cada vez maiores de nossas reuniões devido a potenciais conflitos de interesses'”, dizem Jean-Louis Gassée e Frederic Filloux no CBSNews.com.

Segundo eles, o motivo sobre o qual recai a maior suspeita de ser o principal reponsável pela saída de Schmidt da Apple chama-se Android, o sistema operacional para celulares da Google que é concorrente direto do iPhone OS. “Em 2007, ainda não estava claro que os smartphones eram o PC de próxima geração. Mas, um ano depois, em 2008, o cenário da concorrência já estava claramente definido. O Android é o mais perigoso concorrente do mais perigoso oponente da atual e futura torrente de lucro da Apple: o ecossistema iPhone. Daí, qual foi o fator adicional que quebrou a sinergia entre as empresas? Sem dúvida, foi o Chrome OS, com uma grande arremetida do Google Apps”.

“Uma nova Microsoft atacando tanto o iPhone quanto o Mac. E, ao contrário da Microsoft, com software grátis. Eis o que a Apple vê na Google”, ponderam Gassée e Filloux.

Muito mais detalhes no altamente recomendável artigo completo de Gassée e Filloux.

Tags:,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

Comentários não são permitidos.

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.
Get Adobe Flash player