ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Uma das coisas mais interessantes sobre a ascenção da Apple nas corporações — fora o fato de ter acontecido durante uma profunda recessão — é que está ocorrendo sem qualquer empenho do marketing da empresa. Quem está conduzindo essa tendência é a leal base de usuários do Macintosh.

 

“O crescimento da Apple no segmento de consumo do mercado é um fato aceito, esperado e tido como garantido. No âmbito corporativo, contudo, a história é outra. A Apple não é uma jogadora relevante no ambiente empresarial desde o fim dos anos 80. Mas isso começou a mudar nos últimos três anos”, diz Laura DiDio no The E-Commerce Times.

Segundo ela, uma das coisas mais interessantes sobre a ascenção da Apple nas corporações — fora o fato de ter acontecido durante uma profunda recessão — é que está ocorrendo sem qualquer empenho do marketing da empresa. Quem está conduzindo essa tendência é a leal base de usuários do Macintosh, observa DiDio, que está persuadindo os gerentes de TI das empresas a permitir-lhes integrar seus Macs pessoais e iPhones nas redes corporativas.

“O que começou como um singular movimento subterrâneo — entrar com o Mac pela porta dos fundos — se tornou uma tendência sustentável que espelha o movimento ocorrido no âmbito doméstico. A ressurreição da Apple na empresa é um exemplo perfeito da ‘consumidorização’ da TI no trabalho. Começou lenta e discretamente, quando os aficcionados pela Apple pediram a seus gerentes de TI e supervisores permissão para trazer seus sistemas Mac domésticos para o ambiente de trabalho. Os gerentes e supervisores não viram problema em concordar, uma vez que o Mac é conhecido por sua facilidade de uso, o que permite ao usuário final dar suporte a si mesmo. Também ajudou o fato de que muitos usuários estavam rodando o Office no Mac, que é compatível com os sistemas Windows padrão”, relata DiDio.

Ela cita pesquisa online independente da ITIC com mais de 700 executivos de TI em todo o mundo, realizada em outubro de 2008 e maio de 2009 (uma nova pesquisa está em andamento neste momento), que revelou que quatro em cada cinco empresas — ou cerca de 80% — têm Macs e o sistema operacional Mac OS X funcionando em suas redes.

“As respostas indicam que os produtos Apple estão bem mais entrincheirados nas empresas do que se imaginava. Quase um quarto dos entrevistados, ou 23%, indicaram ter um número significativo — mais de 30 Macs e instâncias do Mac OS X 10.x — presentes em suas redes corporativas. (…) Quase três quartos dos entrevistados — 73% — indicaram tendência a permitir que seus usuários finais usem Macs em suas redes nos próximos 12 meses. Isso representa 5% mais que os 68% que responderam afirmativamente à mesma pergunta em outubro de 2008. Sete de cada dez empresas — 70% — classificou a segurança do Mac e do OS X como ‘excelente’ ou ‘muito boa'”, conta DiDio.

Também classificada pelos entrevistados como “excelente” ou “muito boa”, com 85% das respostas, é a confiabilidade do hardware do Mac e do sistema operacional Mac OS X 10.x, informa DiDio. “Mais de três quartos das empresas — 79%, ou cerca de 8 em cada 10 — disseram ter Macs em suas dependências. 27% tinham um número significativo de Macs (mais de 30) presentes em suas organizações, o que representa 4% de aumento em relação à pesquisa de um ano antes. A ITIC espera que tal percentual aumente para mais de 30% em 2010”.

De acordo com ela, não é por acaso que a presença da Apple nas empresas está aumentando. “Isso agora é uma tendência clara e sustentável. (…) Salvo algum erro da Apple ou alguma séria falha técnica ou de segurança, é provável que a Apple continue a expandir sua presença e influência dentre as empresas. Talvez o aspecto mais fascinante da emergência da Apple no ambiente corporativo é que ela ocorreu sem qualquer esforço formal de marketing. Ao invés, a empresa tem se mantido em silêncio, preferindo deixar seus usuários fazer o trabalho de evangelização nas empresas. Em algum momento, caso encare o segmento com seriedade, a Apple terá que implementar alguma estratégia formal. Todavia, neste momento, as corporações estão gostando daquelas maçãs”.

Leia mais no artigo completo de DiDio.

Tags:
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

Um comentário para “Como o Macintosh está voltando a ser sensação nas empresas”
  1. Ipso Facto disse:

    Os 30% dos TIs que não classificaram a segurança do Mac como excelente ou muito boa não têm a menor idéia do que estão falando. Mas pelo menos não estão barrando o Mac. 😉

  2.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.
Get Adobe Flash player