ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Tal como ocorre com qualquer produto de sucesso, espera-se que o iPad torne-se alvo dos ladrões de identidade, senhas e números de cartão de crédito. Cabe ao usuário manter-se alerta.

 

“Os geeks do Mac estimam que a Apple vendeu 120 mil unidades do iPad na abertura da pré-venda do produto, em 12 de março, mas não são só os aficcionados que estão de olho na próxima sensação de Cupertino: espera-se que o iPad se torne alvo dos ladrões de cartão de crédito e vigaristas de todo tipo. A firma de antivirus McAfee já está alertando o usuário para que não caia nas promessas feitas por e-mail e propagandas de iPads grátis ou por um preço muito baixo se entrar num certo endereço e informar seu cartão de crédito”, diz Martha C. White no site do jornal The Washington Post.

Ela cita Robert Vamosi, analista de pesquisa especializado em segurança, fraude e risco da firma de pesquisa de mercado Javelin Strategy & Research, que explica ser o modelo de negócio da Apple o que chama a atenção da pilantragem de plantão por abrir-lhe duas formas de usar os dados roubados de cartões de crédito de clientes.

“Claro que a Apple não é a única empresa que produz ou vende hardware. Varejistas de eletrônicos e outras lojas também são alvo dos ladrões. A Wal-Mart parece ser uma marca popular entre eles. Os especialistas em segurança dizem que criminosos de toda parte gravitam em torno dela porque estão familiarizados com a marca (8 mil lojas em 15 países fazem isso) e por causa da recente incursão dela na ampliação das ofertas de eletrônicos. Os gatunos também gostam da mamute Bentonville por oferecer uma variedade quase ilimitada de mercadorias que podem ser compradas com um cartão de crédito roubado e até revendidas na rua ou devolvidas em troca de crédito. Além disso, o hardware tem valor porque, quando os ladrões colocam as mãos nos equipamentos mais novos, podem prosseguir no jogo de gato e rato com os bancos, varejistas e outros desenvolvedores de recursos de segurança que tentam mantê-los fora do mercado”, avalia White.

Ainda segundo ela, há também um outro motivo que pode representar risco à Apple. “Quando o ladrão profissional de cartões de crédito consegue os números desses cartões, eles não conseguem só de um, e sim de dúzias ou centenas, dos quais apenas um pequeno punhado pode ainda estar válido. Uma das formas mais fáceis de verificar se um número já foi cancelado é fazer uma compra pequena e inóqua. Um arquivo MP3 de 99 centavos serve perfeitamente a esse truque. A natureza onipresente do iTunes significa que o teste do criminoso é menos provável ser detectado pelo monitor automático de fraudes da administradora do cartão”.

Leia mais no artigo completo de White.

Tags:,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

2 comentários para “Washington Post: Apple cresce e criminalidade arregala os olhos”
  1. Ipso Facto disse:

    White não está dizendo nenhuma novidade. Já vi isso relacionado ao Mac, ao iPod, iPhone e agora — nenhuma surpresa — ao iPad. O “phishing scam” é uma forma de fraude na qual o ladrão online tenta obter informações críticas como nomes de usuário, senhas e números de cartão de crédito criando sites falsos que se parecem com os legítimos das empresas-alvo. A tecnologia antiphishing embutida no navegador Safari da Apple protege o usuário de tais golpes ao detectar sites fraudulentos. Se você visitar um site suspeito, o Safari desabilita a navegação na página e mostra um alerta avisando-o da natureza suspeita do site, dando-lhe a opção de cair fora ou entrar por sua própria conta e risco.

    Saiba mais sobre as medidas de segurança do Mac OS X nesta página do site da Apple.

  2. Knux disse:

    E no Brasil, os produtos Apple são alvos comuns de roubo e furto. Dependendo do produto, não se esqueça de fazer um seguro. O meu do iPhone já valeu bem a pena.

    abraços.

  3.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.