ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Em meros quatro dias após chegar ao mercado, tablet da Apple já está sendo mais amplamente usado em redes Wi-Fi que outros aparelhos móveis.

 

A Boingo Wireless, maior provedora de acesso Wi-Fi do mundo, anunciou no último dia 7 que o iPad tornou-se o segundo aparelho não laptop mais conectado à suas redes Wi-Fi, desbancando os aparelhos Android e mais que dobrando o número de acessos diários em relação ao segundo colocado.

“É impressionante o quão rápido o iPad se estabeleceu como força no Wi-Fi”, disse Dave Hagan, presidente e CEO da Boingo Wireless, na nota à imprensa. “Apenas quatro dias após chegar ao mercado, ele já está sendo mais amplamente usado que outros aparelhos dotados de Wi-Fi, estimados em milhões de unidades”.

Segundo a nota, o iPhone ainda é o rei absoluto dentre os dispositivos móveis que acessam as redes da Boigo Wireless, representando cerca de 90% de todas as conexões feitas com aparelhos não laptop, enquanto o Android registrou somente 2,5%. Os smartphones BlackBerry e o iPod touch responderam por menos de 2% cada do total de visitas. O Windows Mobile, por sua vez, ficou com menos de 1%.

Os dados acima representam todos os aparelhos não laptop dotados de Wi-Fi que acessaram a rede gerenciada pela Boingo, presente em 58 aeroportos, estradas de ferro e vários estádios esportivos e centros de convenções. A Boingo tem mais de 125 mil pontos de acesso Wi-Fi e 167 provedores em 103 países.

Fonte: Boingo Wireless, Inc.

Tags:
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

18 comentários para “iPad ultrapassa Android, BlackBerry e Windows Mobile em apenas quatro dias”
  1. Ipso Facto disse:

    Quatro pontos:

    — 4 dias!

    — O iPad por enquanto é vendido apenas nos EUA!

    — O iPad 3G ainda não começou a ser distribuído!

    — Banho de sangue!

    Cadê os debochados que achavam que o iPad seria um fiasco? Que foi, o gato comeu sua língua? 😉

  2. Knux disse:

    Lembrando que essa é uma tendência entre os usuários da boingo wireless. De maneira alguma podemos inferir uma generalização a partir das tendências desse grupo.

  3. Steve disse:

    Pois é, queria ver os chorões que diziam que o iPad era ia ser um fracasso. E bem lembrado, o iPad por enquanto oficialmente existe apenas nos Estados Unidos e o mundo anda se coçando para pegar o seu.
    Eu acho que vai ser o device mais vendido da história, podem escrever isto.

    • Roberto disse:

      Prefiro nao escrever isso. Prefiro apostar que o device mais vendido da historia vai ser a Televisão.

      Mas pelos numeros atuais o tablet mais vendido no mundo até o momento é o iPad. E é lógico que para a Apple e os EUA ele é um sucesso. Temos que esperar os numeros quando ele for lançado mundialmente.

  4. Gustavo Niemeyer disse:

    Minha nossa, o jornalismo tá morrendo mesmo..

    Uma das principais funcionalidades do iPad é permitir que se leiam
    livros, jornais, email, etc, confortavelmente e de forma móvel. O
    detalhe é que, por enquanto, a única forma de acesso a rede quando se
    está em um café ou algo do gênero, é via redes como a da Boingo.

    Aí umas 300 mil pessoas desembolsam 500 dólares cada e compram o mesmo
    dispositivo em um intervalo de 3 ou 4 dias. Logo após, vem a noticia
    extraordinária!

    “Pessoas que compraram o iPad estão ainda usando ele 3 dias depois da compra, e estão acessando a Internet da única forma que podem!”

    Super interessante.

    Eu não uso meu smartphone via Wi-Fi nem em casa, porque a rede 3G é mais rápida e consome menos bateria em standby, pra ter uma idéia de quão interessante é essa notícia.

    • Johnny Bravo disse:

      Niemeyer,

      Você não está fazendo jus ao sobrenome famoso que tem. Pelo menos aquele seu parente usa a cabeça.

      Em primeiro lugar, caso ainda não tenha percebido, o iPad não é um smartphone para que seja usado como um. Sua comparação foi ridícula, para dizer o mínimo.

      Mesmo assim, a versão com 3G já deve estar para começar a ser distribuída. Se, daqui a algum tempo, você ler aqui ou em qualquer outro lugar uma notícia dizendo que o iPad é o aparelho não smartphone mais usado em redes 3G, vai achá-la “interessante” também?

      É cada uma…

      • Gustavo Niemeyer disse:

        Caro Johnny Bravo, 🙂

        Quando se fala de Android, Windows Mobile, e Blackberry, se fala de smartphones (ao menos hoje em dia). Se tu achas ridículo comparar smartphones com o iPad em termos de conectividade, então concordamos que essa notícia é boba. 😉

      • Roberto disse:

        E ai Johnny,

        Poisé comparar o iPad com smartphone nao dá né? É ridículo, como acabaste de dizer. Mas é exatamente isso que essa pesquisa mostra. Faz a “ridícula” comparação do iPad com outros smartphones incluindo eles o iPhone, Android phones e Blackberry.

        Infelizmente ou felizmente, o iPad está sozinho nessa dos tablets que mais usam a rede wifi da Boigo. Então nem adianta comparar pois por enquanto ele reina soberano.

        E por favor deixe de comparar os smartphones (iPhone, blackberries, etc) com o iPad. Ao menos que achem que o iPad seja um iPhone gigante, dai tudo bem.

        • Johnny Bravo disse:

          Parece que nenhum dos dois é capaz de entender o que lê. Ou então estão só querendo dar uma de gostosões.

          Vejam se conseguem imaginar o seguinte: antes do iPad, o acesso às redes da Boingo dava-se apenas por meio de laptops e smartphones. Não havia tablet nenhum. Aí aparece o iPad. O que a notícia está destacando é o fato de que o iPad é o primeiro dispositivo que não é laptop capaz de ocupar a segunda colocação dos não laptops EM APENAS 4 DIAS de presença no mercado. Isso é tudo o que a notícia está dizendo.

          Quando os imitadores começarem a lançar seus tablets com Wi-Fi e eles começarem a aparecer nas redes da Boingo, então poderemos comparar o iPad com seus pares em termos de presença nelas. Mas, antes disso, vocês queriam que o iPad fosse comparado a quê?

          Então, acho que o Niemeyer está só fazendo ondinha e o Roberto entrou na dele. Já que o Niemeyer faz questão de nivelar o iPad ao nível dos smartphones, vejamos como a versão 3G dele se sai.

          Eu, hein? Tem gente que adora aparecer…

          • Roberto disse:

            A real é que o iPad na pesquisa fica meio perdidao ou quer tirar vantagem na pesquisa em um mercado que praticamente só tem ele.

            Segundo Steve Jobs ele não é laptop/netbook, e como é dito por aqui ele nao é um iPhone gigante, ficando entao sozinho pra competir com: nenhum produto.

            Pensando melhor a pesquisa está certissima, ele é o aparelho nao laptop mais mais usado estando atras só do iPhone. Bem justo sendo um aparelho em qual a utilidade principal é ser o companheiro de sofá para acessar a internet, porque fazer ligacoes com ele nao dá.

      • Knux disse:

        acho que você se desviou do argumento do moço.

        o ipad NÃO é um smartphone. nem é vendida ainda a versão 3g. logo, se uma pessoa saca um ipad na rua para acessar a internet, só sobra a opção de acessar esses serviços de wifi pagos, enquanto os smartphones podem acessar via 3g.

        por isso disse que os dados da boingo wireless não são uma amostra confiável da tendência geral.

    • 01 disse:

      Fantástica a sua conexão 3G.. mais rápida que Wi-Fi… incrível… Queria uma conexão destas… Mas sabe que acho engraçado, meu iPhone não gasta tanta bateria assim só pq uso o Wi-Fi… aliás.. gasta menos do que usar o 3G, que por sinal é uma porcaria (leia-se 3G da Claro) e muito cara!!!
      De qualquer forma, como o Johnny BRavo falou.. o iPad não é Smartphone e 90% do conteúdo e recursos vem do uso de uma conexão a internet…
      Sabe o que eu acho, os donos de Android, Blackberry e etc não sabem nem como ligar o Wi-Fi…

      • Gustavo Niemeyer disse:

        Caro 01,

        Com certeza 3G consome menos bateria em standby. Aqui uma nota da tua amada Apple, ó escravo incrédulo:

        http://www.apple.com/batteries/iphone.html

        “””
        Turn off Wi-Fi: If you rarely use Wi-Fi, you can turn it off to save power. Go to Settings > Wi-Fi and set Wi-Fi to Off. Note that if you frequently use your iPhone to browse the web, battery life may be improved by using Wi-Fi instead of cellular data networks.
        “””

        Quanto a ser mais rápido, sim, minha conexão da Vivo 3G tem mais banda que minha conexão ADSL em casa, e não há nada de incrível nisso. A latência é um pouco pior, mas isso não afeta muito meu uso do telefone.

        • 01 disse:

          Olha Niemeyer, eu não sei como anda o seu inglês mas esta um pouco capenga.. O que diz ali é o obvio, com Wi-Fi desligado o consumo diminui, mas também afirma que a bateria durará mais com Wi-Fi do que com 3G….

          E para fechar, nem deveria responder, mas não sou escravo da Apple, até porque uso outros telefones e computadores (e claro, sei qual é o melhor) e nestes testes nenhum se mostrou tão fácil de usar o Wi-Fi como o iPhone…

          Fala pra gente… qual o seu rancor com a Apple?

  5. Wesley Crusher disse:

    Comparar iPad com mobiles é o mesmo que comparar banana com laranja. É, é claro que o iPad vai ter “força” no WiFi: que outra conexão ele tem até agora?

    A Boingo é utilizada somente por quem quer acesso à web e não quer usar a linha do celular, o que automaticamente exclui a imensa maioria dos usuários comuns de celulares. Quem sobrou ali na lista é quem tem celular mas não quer utilizar a conexão da operadora (para economizar ligações de longa distância), e quem utiliza mobiles que dependem exclusivamente de WiFi (como o iPad).

    Até mesmo muitos netbooks estão descartados ali, pois nos EUA muitos deles são vendidos com subsídio das operadoras, tendo chips de celulares já instalados nele, não precisando de WiFi para a conexão à web. Que outro mobile “não-laptop” espera-se aparecer na lista além de celulares/smartphones, se mesmo tablet PC não seriam listados ali, pois utilizam versões comuns do Windows?

    Se laptops, netbooks e tablet Pcs estão descartados na estatística, essa estatística da Boingo não tem validade alguma além de ser uma ferramenta de marketing disfarçada. Ela serve para a Boingo aparecer gratuitamente na mídia, aproveitando o “oba-oba” das notícias do iPad.

  6.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.