ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Vivendo de pensão do governo e de negociar selos e moedas antigos, Ronald Wayne diz não se arrepender de ter saído da Apple.

 

“Pode ter sido a pior decisão comercial de todos os tempos. Em 1976, Ronald Wayne decidiu sair da empresa de computadores de seus amigos por temer afundar-se em dívidas caso não desse certo”, escreve Nick Allen no site do jornal britânico The Telegraph.

Allen lembra que é de Wayne a redação do contrato original de constituição da antiga Apple Computer e também que é dele o desenho do logo original. (Sobre isso, Wayne diria depois: “Era um logo horrível para o mundo moderno e eu sabia disso na época”.) O temor de um eventual fracasso da Apple levou-o a desistir de seus 10% de participação na empresa apenas duas semanas após entrar nela e saiu com US$ 1500 no bolso.

“Falando de sua casa num deserto remoto próximo ao Vale da Morte, [no estado de] Nevada [EUA], o pouco conhecido ‘terceiro fundador’ da gigante dos eletrônicos Apple disse não ter arrependimentos. O Sr. Wayne, 75, renunciou a uma participação que poderia valer hoje US$ 23 bilhões e vive de pensão do governo e de negociar selos e moedas antigos como reforço de sua renda. Enquanto isso, seus ex-sócios Steve Jobs e Steve Wozniak entraram para o clube dos super ricos. Jobs ainda é o presidente e CEO, com uma fortuna pessoal estimada em mais de US$ 4,6 bilhões”, conta Allen.

Allen conta ainda que Wayne conheceu Jobs enquanto trabalhava na Atari, na Califórnia. O acordo original dava a Jobs e a Wozniak 45% de participação para cada um na nova Apple Computer. “Wayne relata que Jobs pediu-lhe que ficasse com 10% para que servisse como ‘desempatador’ entre os outros dois se necessário. Ele foi escolhido porque ambos acreditavam que seria ‘equilibrado e razoável’. Mas, duas semanas depois, Wayne decidiu sair e desistir de sua parte”.

“Ele permaneceu tendo contatos esporádicos com seus ex-sócios e viu Jobs pela última vez há cinco anos. Wayne disse: ‘Haveria uma exposição de computadores e ele me convidou. Ele pagou o avião e fui um convidado VIP, sentado logo na primeira fila. Encontramos Woz e os três fomos almoçar. Estou feliz por eles. Jobs merece tudo que conquistou. Ele trabalhou duro para isso'”, relata Allen.

Leia mais no artigo completo de Allen.

Tags:,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

4 comentários para “‘Terceiro fundador’ da Apple poderia hoje valer US$ 23 bi”
  1. Ipso Facto disse:

    Vixe! Quem será o consultor financeiro de Wayne, Jon Rubinstein?

    Por falar em Rubinstein, para quem não sabe, ele foi executivo da área de hardware da Apple e um dos “pais” do iPod. Foi recrutado para ser CEO da Palm por seu principal acionista, a Elevation Partners, que agora testemunha a debandada dos executivos da Palm mesmo após ser-lhes oferecido um pacote de vantagens para que ficassem.

    Especula-se também que Rubinstein seja defenestrado da cadeira de CEO muito em breve. “No momento a Palm é um desastre. Suas vendas não vão a lugar algum, seu mercado está encolhendo e, tente o quanto quiser, não consegue sequer encontrar quem a compre. Fontes da indústria nos disseram que uma grande reestruturação é iminente e o CEO Jon Rubinstein pode ser substituído. Para sobreviver, a Palm precisa ser comprada neste momento e Rubinstein pode não ser a pessoa certa para fazer essa venda. (…) O recado está pichado no muro”.

  2. Esse cara é burro demais!!! Se eu fosse ele dava um tiro na cabeça.

  3. Galera, a vida não se resume a ter bilhões! Talvez o cara seja feliz vendendo selos! Vai saber!

  4.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.
Get Adobe Flash player