ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

À medida que as aplicações migram para a Internet, o velho modelo da gigante do software fica cada vez mais velho.

 

“Em contraste à estagnação da inovação da Microsoft, a Apple está se sobressaíndo profundamente. Ao pegar um tocador musical e transformá-lo para que mudasse o modo como todos usamos a Internet, a Apple acabou dominando o paradigma móvel”, diz Marc Benioff, presidente e CEO do salesforce.com.

Como exemplo, Benioff cita o site de rede social Facebook. Segundo ele, o Facebook representa um dos muitos protótipos da computação do futuro. “Em muitos aspectos, ele está se tornando o novo conector de tudo que seja preferência universal na Internet. E, à medida que se aproxima do meio bilhão de usuários e cresce mais rápido que nunca, é só questão de tempo até que um bilhão de pessoas use esse novo meio de comunicação. Tudo a respeito do Facebook, a aplicação, todo o ecossistema em torno dele e todos os dados e metadados do usuário estão na nuvem. É uma aplicação de Internet 100% pura. Mais importante: nenhuma linha de código foi escrita usando algum software da Microsoft”.

Para Benioff, o sucesso do Facebook e a ascenção de outras tecnologias como YouTube, iPhone, iPad e a computação em nuvem são evidências de uma mudança de paradigma na computação maior que qualquer coisa já vista. “E, embora a Microsoft seja uma casualidade, ela certamente não é a causa [dessa mudança]. Essa é a natureza fundamental de nossa indústria, na qual a cada 10 anos ou algo assim um novo paradigma computacional emerge”.

“Conforme tentamos acompanhar essas mudanças em direção a uma nova indústria da computação, somos deixados com apenas duas opções: inovar ou morrer. A Microsoft, como a DEC antes dela e a IBM antes das duas, tentou por tempo demais sustentar seu modelo Windows crendo que era permanente em uma indústria de transitoriedades. Mas as coisas não funcionam assim. A Google foi mais esperta que a Microsoft na Internet e dominou o próximo paradigma da Internet. Agora a Apple é claramente a vencedora no novo paradigma móvel”, avalia Benioff.

Leia mais no altamente recomendável artigo completo de Benioff.

Tags:,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

Comentários não são permitidos.

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.