ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Ataques verbais da Google contra a Apple no evento da empresa para desenvolvedores logo se tornaram maçantes e começaram a soar como infantilidade.

 

“Tudo bem, atacar a Apple em seu evento ocorrido [semana passada] pareceu a melhor coisa que a Google poderia fazer, dado o recente atrito entre as empresas em uma série de assuntos”, diz Kara Swisher no AllThingsD, site de tecnologia do The Wall Street Journal.

Todavia, diz ela, os ataques verbais proferidos no palco da conferência para desenvolvedores da Google por muitos de seus executivos, incluindo o CEO Eric Schmidt — que fez parte do quadro de diretores da Apple até agosto de 2009 — logo se tornaram maçantes e começaram a soar como infantilidade, “fazendo a empresa parecer na defensiva desnecessariamente”.

“E havia Vic Gundotra, vice-presidente de engenharia da Google — fazendo sua melhor imitação do geek Gary Cooper — notando no vídeo abaixo que ‘se a Google não reagisse, enfrentaríamos um futuro draconiano no qual um homem, uma empresa, um aparelho, uma operadora, seriam nossa única escolha. Esse é um futuro que não queremos'”, relata Swisher.

“Como se diz tão eloquentemente no programa Saturday Night Live: ‘Meeeeeeeesmo??? Meeeeeeeeeeesmo???’ Recado a Vic: você não está naquele programa. Draconiana é a censura na China. Draconiana é a Al-Qaeda. Draconiana é a raça extraterrestre reptiliana do programa de TV britânico ‘Doctor Who’!!! Embora seja legal empolgar os desenvolvedores — que é o principal propósito desse evento focado no Android —, prefiro muito mais o estilo ‘developers, developers, developers’ de Steve Ballmer da Microsoft. Como ex-executivo da Microsoft, Gundotra deveria saber que isso funciona muito melhor”, alfineta Swisher.

Leia mais (e assista os vídeos) no artigo completo de Swisher.

Tags:
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

5 comentários para “A risível petulância anti-Apple da Google: excesso de autoconfiança ou medo?”
  1. Ipso Facto disse:

    Fazendo a empresa “parecer” na defensiva? A Google efetivamente ESTÁ na defensiva. Apenas duas palavras provam isso: “Verizon” e “iPhone”. Considerando os insistentes rumores de que a exclusividade iPhone-AT&T nos EUA está para terminar, o Android enfrentará o mesmo destino que o persegue no resto do mundo: banho de sangue.

    Se aquelas duas palavras não a fizerem tremer, eis outras duas que talvez façam: “patentes” e “violação”.

    O atual valor de mercado da Apple excede o da Google em US$ 70 bi (isso mesmo, com “b”). No trimestre passado a Google faturou metade do faturado pela Apple.

    É melhor mesmo a Google se colocar na defensiva. Se não usar a máscara da autoconfiança, pode acabar deixando seu medo transparecer.

    Quando o ex-Microsoft Gundotra diz não querer aquele futuro, nas entrelinhas na verdade está dizendo: “não queremos ser impedidos de monopolizar a publicidade online, especialmente conforme os usuários de aparelhos de mão parecem dispostos a usar aplicações dedicadas para fazer buscas na Internet ao invés do Google”.

    Haha!

    Bando de amadores…

  2. Roberto disse:

    Uma coisa eu nao entendo.

    Quando a Apple faz chacota dos concorrentes, nao é infantilidade, agora quando fazem chacota dela, é???????

    Olhei alguns trechos desse keynote do Google e tenho que confessar, que enquanto assistia eu pensava, parece que já vi isso antes. É claro que já vi isso antes.Parecia os kenotes de Jobs lá por 2005-2007, onde os ataques/chacotas eram realmente pertinentes e o discurso era leve e cheio de energia(salvo por alguns apresentadores). Tenho que admitir, que a Apple foi inovadora nesse tipo de discurso e os concorrentes aprenderam e estão se aperfeiçoando. Isso, mais aliado a algo que realmente apresente algo para concorrer pode realmente ter o mesmo efeito que teve na Apple.

    Excesso de confiança ou medo? Nenhum dos dois eu acho. O Google está fazendo exatamente o que Apple fez e seguindo os seus passos. Se o Google seguir o que está no manual do sucesso dá Apple sem cruzar a linha que a Apple está cada vez mais ultrapassando, o Google pode sim se tornar a mais nova, ou quem sabe, a “antiga” Apple.

    A Apple e seus seguidores se começarem a se importar cada vez mais com o que os outros dizem, pode ter o efeito contrário como, acontece quando alguém te coloca um apelido e você fica bravo e irriado. O apelido pode pegar.

    Mas isso é besteira, a Apple é crescidinha, ela vai lançar ou fazer algo para calar a boca dos concorrentes feios, bobos, cabeça de melão, não vai?

    Desculpem o tom irônico do comentário mas se trocar os nomes Apple Google o artigo ficaria com sentido também se fosse escrito lá por 2005.

    Vamos lá Apple, você pode fazer melhor que processar, banir, exigir desculpa de apresentadores, acusar blogueiros, entre outras coisas. Deixe isso de lado e lance mais alguns produtos, de preferencia com um preço bom, os consumidores agradecem.

    • Steve disse:

      Roberto,

      Você é tão anti-apple quanto os anti-google, comentário recheado de paixão a até um sentimento de raiva da Apple. O que acontece contigo? Comeu a maçã de branca de neve? Aquela estava envenenada. A do Jobs não.
      Google não é inovador, o forte dele é buscas e esta perdendo o que tem de melhor, sabe porque? Porque cedo ou tarde a MS e o bing vão fazer frente a ele, a MS sempre chegou atrasada nos mercados, mas sempre tem seu pedaço do bolo. A Google não ganha dinheiro com o android, a Google não ganha dinheiro com Youtube. Ganha uma mixaria com Gmail. Ela ganha dinheiro com as buscas, mas esta meio desesperada, porque no campo mobile ela não vai ter supremacia em buscas e o desktop cedo ou tarde a concorrencia chega. Este é o problema do Google, várias frentes e poucos sucessos. Aonde esta o dinheiro do Google? Aonde esta o dinheiro do Apple. Além da inovação o bolso fundo é a diferença das empresas.

  3. Gian disse:

    Nossa, mas que mundo é esse?!??!?!?!

    Vamos mudar o nome de “economia de mercados” para “monopolitas fúteis”. Mas que coisa chata. Ao invés de dizer que as empresas competem via preço, via qualidade, via isso e aquilo, agora elas tbm competem pela futilidade de seus diretores – que tbm recebe o título fútil de CEO. É o mundo mais TOSCO que se pode pensar. As pessoas não brigam mais por religião. Brigam por EMPRESAS. Eu sou ateu, mas devo dizer: “meu Deus!”, somente pela força de expressão.

    Se voce não tem um Apple, voce é um MANÉ. Se voce gosta da MS, voce é isso. Se voce usa Google, voce é aquilo. A HTC é outra… Aff.

    Vamos parar com essa palhaçada. Cada um compra e usa o que PUDER e o que quiser.

    Capitalismo dá certo pq EXISTE CONCORRENCIA. O comunismo não deu certo pq so havia uma “empresa”, que era o Estado, que não gerava eficiencias e, por isso, o bem-estar era baixíssimo.

    Mas parece que tem gente que aceitaria ser governada por Steve Jobs, Google, MS, Intel etc.

    Vamos parar com essa bobagem, antes que inventem o Big Brother Empresa, em que ficam o dia inteiro mostrando a vida desses caras e tal, pq eles parecem Deuses e a gente seus lacraios.

    Em suma: quem quer concorrer com a Apple, MS, IBM, seja quem for, pode faze-lo e quem diz se isso é bom ou não sao os consumidores, de forma agregada. A opiniao e discussao apaixonada de um paspalhao não muda coisa nenhuma nisso. Se o Android não é tão bom quanto o iPhone, pelo ele não é um sistema que só pode ser vendido por uma empresa. Então, tem suas vantagens e suas desvantagens. Quem decide isso é o usuário. Monopolismo é, sem dúvida, uma DESGRAÇA.

  4. Roger disse:

    Apoiadíssimo Gian!!!
    Adoradores e defensores de empresas, adorei!!!
    Qualquer uma que seja, inclusive a Apple! Qualquer uma…
    Eles fazem por dinheiro e os adoradores defendem por ideologia.
    [TRECHO SUPRIMIDO PELA MODERAÇÃO]

  5.  

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.
Get Adobe Flash player