ESTE SITE ESTÁ À VENDA
Faça sua oferta aqui
 
« iTunes ganha interface 'limpa' e rede social »     ...     « Lançamento de Ping estremece relação entre Apple e Facebook »     ...     « Em tráfego de dados, Android e Linux perdem para aparelhos com iOS »     ...     « Teste de velocidade no iPhone 3G: iOS 4.0 contra iOS 4.1 »     ...     « TIM faz 'degustação' do iPhone 4 a partir de amanhã »     ...     « Rede social da Apple precisa de ajustes »     ...     « Aplicativo para iPad mostra a localização dos centros da Nasa »     ...     « Primeiras impressões: testamos os novos iPods »     ...     « Os 10 melhores programas para Mac »     ...     « Novos iPods Shuffle e Nano chegam ao Brasil em 2 semanas »     ...     « Anatel homologa iPad 3G para venda no Brasil »     ...     « Livraria Saraiva lança plataforma de livros digitais para iPad »     ...     « Loja on-line da Apple supera a marca de 250 mil aplicativos »     ...     « App Store bate novo recorde e mantém liderança isolada no mercado »     ...     « App Store atinge a marca de 6.5 bilhões de downloads »     ...     « Steve Jobs apresenta mudanças no iPod »     ...     « Steve Jobs apresenta versão menor e mais barata da Apple TV »     ...     « Apple cria locadora virtual de filmes e renova linha de iPods nos EUA »     ...     « Apple atualiza linha de iPods, mas deixa Classic de fora »     ...     « Novo iPod Shuffle: os botões estão de volta! »     ...     « Apple apresenta iOS 4.1 com correções para bugs do iPhone 4 e 3G »     ...     « Windows Live Sync (ou será Live Mesh?) chega à plataforma Mac »     ...     « Orquestra de iPads apresenta aplicativo musical »     ...     « Apple planeja utilizar tecnologia em que metais se comportam semelhante ao plástico »     ...     « Capa para iPhone funciona como abridor de garrafa »

 

 

Uma vez que as empresas de PCs rodando Windows 7 não querem ou não conseguem destacar-se com design, seus produtos são commodities, em nada diferindo de um papel higiênico genérico. A Apple, claro, é a exceção.

 

“Depois que a Dell divulgou seu relatório financeiro do primeiro trimestre, nesta quinta-feira [20], a atenção de seus investidores voltou-se rapidamente para as decepcionantes margens de lucro da empresa, que contrastam agudamente com os impressionantes números recentes da Apple. Por isso, quando um leitor me pediu para explicar porquê há tamanha diferença entre as duas, decidi mergulhar no assunto e expô-lo o melhor que posso”, diz Michael Comeau no Minyanville.

Comeau explica a razão de haver uma variedade de fatores determinando a margem de lucro de uma empresa produtora de bens tangíveis. “Assumindo que as empresas têm acesso a materiais similares e métodos de manufatura, as diferenças nas margens de lucro devem-se principalmente pela singularidade e pela marca. Em qualquer área geográfica, o preço do gás é praticamente o mesmo porque todo gás é praticamente o mesmo e há muita gente vendendo gás. Isso significa baixa presença e baixas margens de lucro, já que as pessoas não têm motivos para pagar mais”.

“Mas há muitas coisas que fazem as pessoas pagar quantias bem acima do custo de produção delas, como café Starbucks, bolsas Coach e tênis Nike. Por quê? Porque são marcas diferenciadas das quais as pessoas gostam e nas quais confiam. Isso cria valor na mente das pessoas e é uma razão para que abram a carteira. Uma lustrosa bolsa de US$ 400 da Coach custa bem pouco para ser produzida, mas a sensação de desfilar com uma vale US$ 400 para muitas mulheres”, explica Comeau.

No que diz respeito a PCs/Windows, ele observa que a regra é a mesma. “Todos os computadores rodando o sistema operacional Windows 7 da Microsoft são basicamente idênticos e há centenas de modelos à escolha. Uma vez que as empresas de PC não querem ou não conseguem destacar-se com design ou serviço de suporte, seus produtos são commodities, em nada diferindo de um papel higiênico genérico”.

“A Apple, claro, é a exceção. (…) Ela simplesmente revolucionou os mercados de computadores, tocadores MP3, smartphones, música digital, eletrônicos de consumo e tablets. Ao fazê-lo, tornou-se mestre na arte de fabricar produtos poderosos que são fáceis de usar — o complemento perfeito para um grande design. Está profundamente enraizada na Apple a vontade de ignorar críticas, quebrar regras e fazer produtos que mudam o mundo. É a singularidade da marca que torna a Apple diferente de todas as suas concorrentes. Eis porquê seus produtos custam mais do que a soma de suas partes. As empresas que produzem PCs [por outro lado] são forçadas a estabelecer seus preços de acordo com a concorrência, efetivamente perdendo controle sobre uma parte muito importante da equação da margem de lucro”, avalia Comeau.

Leia mais no artigo completo de Comeau.

Tags:,
 

Fuja do lugar comum: venha para o AppleMania!

 

Comentários não são permitidos.

 

Copyright © 2007-2010 AppleMania.info. Todos os direitos reservados.
A correta visualização deste site requer navegador compatível com os mais elevados padrões da Internet e está assegurada com os navegadores
Apple Safari, Google Chrome, Mozilla Firefox, Mozilla SeaMonkey, KDE Konqueror e Opera em resolução mínima de 1024 x 768.